Notícias » Paleontologia

Paleontólogos fazem descobertas sobre espécie de dinossauro com asas

Os estudiosos acreditam que o Overoraptor tenha vivido há aproximadamente 90 milhões de anos, na Patagônia

Penélope Coelho Publicado em 11/06/2020, às 11h41

Ilustração de como seria um Overoraptor
Ilustração de como seria um Overoraptor - Divulgação

Uma equipe de pesquisadores argentinos encontrou na região da Patagônia um fóssil de dinossauro, até então, desconhecido. O animal batizado de Overoraptor tinha aproximadamente 1 metro e 30 de altura.

A espécie fora encontrada em 2013, na província de Rio Negro. Porém, foi somente agora que os paleontólogos conseguiram chegar à algumas conclusões sobre o dinossauro de 90 milhões de anos. Na medida em que os pesquisadores encontraram mais vestígios do animal, foi possível entender que o Overoraptor era uma espécie parecida com o Velociraptor.

Com pernas longas, os pesquisadores acreditam que o dinossauro deveria ser veloz, porém, o que mais chamou a atenção foram as grandes asas do animal, que muito se parecia com a dos pássaros — segundo os pesquisadores elas auxiliavam o bicho a correr mais rápido.

Para o principal autor da pesquisa, Matias Motta, as asas exerciam uma função diferente daquela utilizada pelas aves como conhecemos hoje em dia: “A capacidade de dobrar as asas automaticamente deve ter uma função diferente da dos pássaros voadores [...] É possível que os braços do dinossauro tenham o papel de garantir o equilíbrio durante a corrida, proporcionando maior precisão”, afirmou Motta.

De acordo com o comunicado lançado pelo Museu de Ciências Naturais Bernardino Rivadavia de Buenos Aires, essa descoberta pode esclarecer dúvidas sobre a origem evolutiva das aves. Os pesquisadores continuam empenhados em desvendar mais evidências sobre o Overoraptor.