Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Mundo

Prefeito de Nova York faz referência ao 11 de setembro e gera polêmica

Eric Adams, prefeito de Nova York, deu uma resposta inusitada quando questionado sobre a palavra que definiu a cidade em 2023; entenda!

Redação Publicado em 18/12/2023, às 19h15

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Eric Adams - Getty Images
Eric Adams - Getty Images

Nesta semana, o prefeito de Nova York, Eric Adams, foi solicitado para resumir o ano de 2023 para a cidade, mas sua resposta desagradou algumas pessoas. Em sua explicação, ele ressaltou a imprevisibilidade da cidade, que inclui a possibilidade de "um avião caindo em nosso centro comercial", em referência ao ataque terrorista de 11 de setembro de 2001.

Em resposta a pergunta feita por Dan Mannarino, do canal de notícias local WPIX-TV, sobre o ano "muito agitado", Adams resumiu a cidade em duas palavras, "Nova York", e complementou:

Este é um lugar onde todos os dias que você acorda você pode vivenciar de tudo, desde um avião caindo em nosso centro comercial até uma pessoa comemorando um novo negócio que está prestes a abrir. Esta é uma cidade muito, muito complicada e é por isso que é a maior cidade do mundo", disse o prefeito de Nova York. 

Atentado terrorista

É importante relembrar que em 11 de setembro de 2001, terroristas islâmicos sequestraram quatro aviões comerciais e lançaram as aeronaves contra o Pentágono, um campo na Pensilvânia e as torres gêmeas do World Trade Center, no centro de Manhattan.

Este incidente, que marcou para sempre a história americana, culminou na morte de cerca de 3 mil pessoas, além dos milhares que ficaram feridos e faleceram como resultado dos ataques aéreos e da consequente invasão estadunidense ao Iraque e Afeganistão, que se estendeu por décadas. 

Conforme repercutido pelo jornal The Guardian, Adams não foi questionado diretamente sobre seu comentário, mas lhe foi perguntado o que ele precisava melhorar no ano de 2024, ele respondeu: "Provavelmente comunicações".

No ano passado, o democrata e ex-policial fez história ao se tornar o segundo prefeito negro de Nova York. Porém, sua gestão tem sido marcada por escândalos, resultando no menor índice de aprovação já registrado para um prefeito da cidade, segundo um levantamento da Universidade Quinnipiac. Neste mês, apenas 28% dos entrevistados disseram que aprovam o desempenho de Adams.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!