Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Titanic

Projeto do Titanic é leiloado por mais de R$ 1 milhão no Reino Unido

A planta com o projeto original do navio tem 10 metros de comprimento e foi vendida junto de outras peças referentes ao navio

Redação Publicado em 24/04/2023, às 16h11

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Fotografia do Titanic partindo de Southampton, no Reino Unido, em 1912 - Francis Godolphin Osbourne Stuart/Domínio Público
Fotografia do Titanic partindo de Southampton, no Reino Unido, em 1912 - Francis Godolphin Osbourne Stuart/Domínio Público

Uma enorme planta, de 10 metros de comprimento, com o projeto original do navio Titanic, foi vendida em leilão por £ 195 mil (cerca de R$ 1,23 milhão). Esse documento foi usado durante um inquérito de 1912 que investigava o naufrágio da embarcação, que ocorreu no dia 14 de abril do mesmo ano, quatro dias depois de partir do porto de Southampton, na Inglaterra, com destino a Nova York.

O documento do projeto está cheio de anotações com marcas de giz vermelho e verde, mostrando onde se pensava que o gelo teria penetrado o navio em cinco anteparos, partes para proteção dos tripulantes e do navio, que eram estanques, ou seja, impermeáveis. Após quebrar essas estruturas, a água começou a entrar no navio.

Segundo um comunicado da casa de leilões Henry Aldridge and Son Ltd, do Reino Unido, que enviou um comunicado à CNN, essa planta do navio é "simplesmente uma das peças mais importantes e bem documentadas de memorabilia do Titanic existentes”.

Projeto do navio

Essa planta do Titanic foi feita pelo Departamento de Arquitetos Navais da empresa White Star, que era a proprietária do famoso navio. Segundo a CNN, o documento de linho ficava pendurado, pendendo do teto, durante o inquérito que investigava o naufrágio da embarcação, para que todos os participantes da investigação pudessem se referir ao projeto de maneira facilitada, usando um ponteiro.

Detalhe da planta do navio Titanic - Divulgação/henryaldridge.com

Segundo Andrew Aldridge, que é o diretor-gerente da casa de leilões que vendeu a planta do navio, em entrevista à CNN, o preço do documento reflete a raridade de uma peça colecionável como essa, e também "o apelo duradouro da história do Titanic".

Após o inquérito que investigou a planta do Titanic para entender o motivo de seu naufrágio, muitas reformas de segurança marítima foram implementadas e formuladas. Além do projeto, também foram vendidos um plano de acomodação do Titanic por £ 60 mil (cerca de R$ 378 mil) e peças relacionadas a outros navios, como o RMS Queen Mary.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!