Notícias » Brasil

Responsáveis pelo assalto em Criciúma estudaram rotina policial da cidade

Informações da Rádio Bandeirantes revelaram que os criminosos alugaram duas casas na região para realizar o roubo

Isabela Barreiros Publicado em 08/12/2020, às 15h01

Fotos tiradas por moradores de Criciúma durante o crime
Fotos tiradas por moradores de Criciúma durante o crime - Divulgação

Na última quarta-feira, 2, uma quadrilha realizou um assalto gigantesco na cidade de Criciúma, em Santa Catarina. O crime recebeu atenção nacional devido às suas proporções. Investigações continuam sendo feitas para entender a megaoperação que culminou no roubo de duas agências bancárias.

De acordo com informações do repórter Lucas Jozino, da Rádio Bandeirantes, os criminosos planejaram o assalto antecipadamente, alugando dois imóveis na cidade para que pudessem estudar a rotina dos policiais locais, além dos bancos que foram alvo do roubo.

O subcomandante da Polícia Militar de Santa Catarina, o coronel Marcelo Pontes, disse em entrevista à rádio que o grupo de assaltantes sabia muito bem como funcionaria a ação das forças de segurança naquela noite. Eles possuíam informações completas sobre a patrulha da madrugada em que aconteceu o crime.

Até agora, as polícias Militar, Civil e Federal já prenderam 12 suspeitos de terem participado da operação e já localizaram mais de R$ 1 milhão. Ainda se especula que a ação está relacionada com outra quadrilha que já realizou assaltos a banco.