Notícias » Arqueologia

Restos de estrutura do sexto milênio a.C. são encontrados na Arábia Saudita

Os pesquisadores acreditam que o monumento de 35 metros era palco de rituais funerários e comemorativos

Isabela Barreiros Publicado em 10/06/2020, às 08h00

Local da estrutura, na Arábia Saudita
Local da estrutura, na Arábia Saudita - CNRS

Um novo estudo, feito em parceria internacional com pesquisadores da França, Arábia Saudita e Itália e liderado pela cientista Olivia Munoz, do Centro Nacional de Pesquisa Científica (CNRS), analisou a descoberta de uma enorme estrutura encontrada no oásis de Dûmat al-Jandal, ao norte da Arábia Saudita.

Acredita-se que o monumento, que mede cerca de 35 metros de comprimento, remonte ao sexto milênio a.C. As descrições arqueológicas do achado indicam que ele aparenta ser uma plataforma triangular.

Artefatos encontrados / Crédito: Antiquity

 

O artigo, publicado na revista científica Antiquity, analisou principalmente os artefatos e restos mortais de humanos encontrados nas proximidades da estrutura. Por meio dessa investigação, foi possível que eles sugerissem que o monumento se tratava de um local exclusivo para rituais funerários e comemorativos.

A pesquisa demonstrou-se muito relevante principalmente devido ao fato de que pouco se sabe sobre os monumentos megalíticos da Arábia Saudita, o que difere da gama de estudos realizados em descobertas feitas no Oriente Próximo.