Notícias » Segunda Guerra Mundial

Há 80 anos, começava a desastrosa Operação Barbarossa; veja 5 curiosidades

No 22 de junho de 1941, mais de 3 milhões de soldados alemães partiram com a missão de conquistar o território soviético

Giovanna Gomes, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 22/06/2021, às 11h59

Adolf Hitler em 1936
Adolf Hitler em 1936 - Getty Images

Há exatos 80 anos, teve início um dos episódios mais marcantes da Segunda Guerra Mundial: a Operação Barbarossa que, como muitos já sabem, foi uma tentativa fracassada de conquista da URSS por parte dos nazistas.

Naquele 22 de junho de 1941, cerca de 3,6 milhões de soldados partiram em uma missão que, apesar de suas conquistas iniciais, terminaria de uma forma que os alemães jamais imaginariam.

Confira a seguir algumas curiosidades sobre o episódio.

1. O objetivo dos nazistas

O principal objetivo da operação era derrotar o bolchevismo soviético. Assim, apossando-se do território da URSSS, os alemães poderiam obter importantes recursos para o funcionamento da economia da Alemanha durante a guerra, como minérios e petróleo, que era abundante na região do Cáucaso.

Também a produção de grãos da Ucrânia era vista como um elemento importante, já que asseguraria a alimentação da população alemã durante o período do conflito.

Aviões soviéticos sobrevoam bases alemãs na URSS / Crédito: Wikimedia Commons/RIA Novosti Archive

 

2. O plano dos alemães

O Exército de Hitler planejava seguir para toda a região de Arcangel a Astracã, conforme informou a BBC. Tratava-se, portanto, de uma grande área do território soviético, a qual passava pelo o rio Volga, o maior da Europa, e também pela capital Moscou. Mas além da conquista do território, era preciso destruir o Exército Vermelho.

Como afirma o historiador britânico Antony Beevor, mais tarde, quando ocorreu a batalha de Stalingrado, houve muitos soldados alemães que pensaram que seria possível vencer a guerra somente com a conquista da cidade e do Volga. As tropas soviéticas sobreviventes seriam exterminadas a partir de bombardeios. Já as áreas conquistadas seriam colonizadas.

3. Invasão tardia

A Operação Barbarossa, no entanto, se deu de maneira tardia. Beevor cita uma teoria que durante um longo período permeou os debates sobre o tema, a de que teria sido a invasão da Grécia em abril de 1941responsável pelo atraso da ação nazista na URSS. No entanto, ele explica a real causa.

Na imagem, soldados soviéticos / Crédito: Wikimedia Commons/RIA Novosti Archive

 

A verdade, conforme o historiador, era que o inverno que se deu entre final de 1940 e início de 1941 foi extremamente chuvoso, levando a sérias consequências que atrasaram os planos dos nazistas.

Os aeródromos, por exemplo, foram completamente inundados, de modo que tornou-se impossível receber aeronaves antes que secassem. Também a fundamental redistribuição dos veículos de transporte foi prejudicada pelo tempo.

4. O rigoroso inverno de Moscou

Como muitos devem se lembrar, os alemães enfrentaram um inverno rigoroso durante a tentativa de conquistar Moscou. Para o historiador entrevistado pela BBC, não resta dúvidas de que o inverno de Moscow foi decisivo para a derrota dos nazistas, afinal, o frio, que chegava a ser abaixo de -40 graus Celsius, pegou os alemães totalmente desprevenidos.

Stalin, Lenin e Kalinin em 1919 / Crédito: Domínio Público/Pyotr Otsup

 

Além de não terem roupas adequadas, suas armas muitas vezes congelavam. Outro problema era que os tanques alemães tinham trilhas muito estreitas, de modo que não podiam ser utilizados na neve.

5. Stalin Ignorou avisos                    

Pode parecer estranho, mas antes da invasão alemã Josef Stalin já havia recebido inúmeros avisos sobre o plano arquitetado dos nazistas.

Tanto a inteligência britânica quanto agentes soviéticos, já o haviam alertado, totalizando inúmeras notificações. Contudo, Stalin pareceu não se importar tanto.

Suas únicas ações foram promover a instalação da artilharia antiaérea em Moscou e a convocação de 800 mil reservistas para o Exército Vermelho. Isso foi um fator que facilitou a conquistas das fronteiras por parte do exército de Hitler.


+Saiba mais sobre a Segunda Guerra Mundial por meio de obras disponíveis na Amazon:

Box Memórias da Segunda Guerra Mundial, de Winston Churchill (2019) - https://amzn.to/2JWtKex

A Segunda Guerra Mundial, de Antony Beevor (2015) - https://amzn.to/2Rr2xFa

A Segunda Guerra Mundial: Os 2.174 dias que mudaram o mundo, de Martin Gilbert (2014) - https://amzn.to/34DnO3T

Os mitos da Segunda Guerra Mundial, de Vários Autores (2020) - https://amzn.to/2VdiMXa

Continente selvagem: O caos na Europa depois da Segunda Guerra Mundial, de Keith Lowe (2017) - https://amzn.to/2RqF32D

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W