Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Imperador Nero

Seca no rio Tibre revela impressionante ponte do imperador Nero em Roma

Baixos níveis de água permitiram que os restos da construção, considerada um tesouro arqueológico, ficassem visíveis

Redação Publicado em 18/07/2022, às 13h42

Vestígios da Ponte de Nero em Roma - Divulgação/Youtube/WION
Vestígios da Ponte de Nero em Roma - Divulgação/Youtube/WION

Uma ponte, supostamente construída pelo imperador romano Nero, foi revelada por uma seca que vem afetando drasticamente a Itália. Os restos da construção agora estão visíveis sob as águas do rio Tibre, em Roma.

Segundo a agência de notícias Reuters, os vestígios de pedra da construção, cujo nome em latim é Pons Neronianus (Ponte de Nero em português) só podem ser observados devido à queda dos níveis de água do rio.

A ponte era visível no passado por conta dos baixos níveis de água, mas geralmente fica submersa no rio Tibre. Por isso, sua aparição causa muita repercussão entre pesquisadores.

Os restos desta ponte romana são visíveis sempre que o nível da água do Tibre cai, portanto, sempre que há longos períodos — como agora — de chuvas muito baixas", explicou Robert Coates-Stephens, arqueólogo da Escola Britânica em Roma, ao portal Live Science.

Mistérios da ponte

Embora seja considerada um verdadeiro tesouro arqueológico da região, especialistas destacam que não há uma certeza de que a ponte tenha sido, de fato, construída pelo imperador Nero.

“As origens da ponte são incertas, uma vez que é provável que existisse uma ponte aqui antes do reinado de Nero e, portanto, a Pons Neronianus era provavelmente uma reconstrução de uma travessia anterior”, destacou Nicholas Temple, professor da Universidade Metropolitana de Londres, na Inglaterra.

Segundo Coates-Stephens, o nome da ponte "aparece pela primeira vez apenas nos catálogos dos monumentos de Roma do século XII". "É verdade que Nero tinha extensos jardins e propriedades na área do Vaticano, então uma ponte neste ponto teria dado fácil acesso a eles."

Ainda assim, Temple ressaltou que a construção era “tanto estrategicamente quanto simbolicamente importante”, tendo importância militar e religiosa para Roma no período em que foi erguida.