Notícias » Música

Taylor Hawkins: Polícia liga pontos sobre causa da morte de músico

O baterista do Foo Fighters foi encontrado sem vida no hotel em que a banda estava hospedada em Bogotá, na Colômbia, na sexta-feira, 25

Wallacy Ferrari Publicado em 27/03/2022, às 11h03

Taylor durante apresentação
Taylor durante apresentação - Getty Images

As autoridades policiais colombianas que investigam a morte de Taylor Hawkins, baterista norte-americano da banda Foo Fighters encontrado morto em hotel de Bogotá na última sexta-feira, 25, ligaram pontos sobre o surpreendente óbito, constatando em hipótese inicial a causa da morte como overdose.

De acordo com a Fiscalía General de la Nación, órgão equivalente à Procuradoria Geral da Nação no Brasil, o exame toxicológico do lendário músico apontou a presença de dez substâncias nocivas, ainda mais perigosas quando combinadas. Junto da Polícia local, um relatório foi elaborado para avaliar a presença de um pó branco no quarto onde o artista se hospedava, identificando tratar-se de cocaína.

No exame toxicológico de urina realizado em Taylor Hawkins foram encontrados preliminarmente dez substâncias, entre elas: THC (maconha), antidepressivos tricíclicos, benzodiazepínicos e opioides", esclareceu o comunicado.

Taylor tinha 50 anos de idade e se apresentaria com o Foo Fighters no Brasil dois dias depois, neste domingo, 27. Contudo, foi encontrado desacordado na tarde da última sexta-feira, 25, pouco antes de se unir ao conjunto musical e realizar um show para o público colombiano. 

Em 2001, ele passou por um episódio parecido ao sofrer uma overdose que o deixou em coma por duas semanas, como informa o portal Splash, do UOL. Desde a nota de anúncio da morte, a família e os companheiros de banda não se pronunciaram sobre detalhes do traslado do corpo, confirmando apenas o cancelamento das apresentações seguintes.