Notícias » Brasil

Técnica de enfermagem que não aplicou vacina em idoso é indiciada

Em depoimento, a mulher não soube explicar o ocorrido e usou uma justificativa peculiar. Confira!

Penélope Coelho Publicado em 18/02/2021, às 10h15

Imagens da falsa vacinação em idoso de Niterói
Imagens da falsa vacinação em idoso de Niterói - Divulgação

De acordo com informações publicadas na noite de ontem, 17, pelo portal de notícias UOL, uma técnica de enfermagem de Niterói, Rio de Janeiro, que foi afastada do cargo após fingir ter aplicado a vacina contra a Covid-19 em idoso de 90 anos, foi indiciada pela Polícia Civil.

Na última sexta-feira, 12, Rozemary Gomes Pita, de 42 anos, não aplicou corretamente a vacina no idoso, que foi até o centro de vacinação drive-thru, localizado na Universidade Federal Fluminense, para receber o imunizante.

Toda a ação foi filmada por um parente do homem, que ao assistir o vídeo percebeu que a profissional injetou a seringa e a retirou sem aplicar a dose. Depois do ocorrido, o idoso finalmente recebeu a vacina corretamente.

Agora, sabe-se que a técnica de enfermagem responde por infração de medida sanitária preventiva, além de peculato — quando um funcionário público usa ilegalmente de um bem do qual tem acesso somente em decorrência do cargo que ocupa.

De acordo com a polícia, o inquérito deve ser finalizado ainda essa semana. Em depoimento, Pita afirmou ser uma profissional experiente e não soube explicar o motivo de sua ação. Na ocasião, a mulher justificou estar cansada.

Rozemary, agindo de forma livre e consciente, deixou de aplicar a vacina contra Covid-19 no idoso, com o intuito de desviar o imunizante em proveito próprio ou alheio", afirmou o delegado responsável pelo caso, Luiz Henrique Marques Pereira, em entrevista ao UOL.

Nas últimas semanas, fraudes como essas continuam acontecendo durante as campanhas de vacinação, por isso, as autoridades alertam para que os acompanhantes fiquem atentos quando o sujeito em questão estiver recebendo a vacina. E que caso percebam algo errado, procurem as autoridades.