Notícias » Estados Unidos

Trump diz que deixará Casa Branca caso Biden seja confirmado como vencedor pelo Colégio Eleitoral

Apesar da declaração, Trump continuou alegando aos jornalistas que as eleições presidenciais foram ‘uma fraude’

Redação Publicado em 27/11/2020, às 09h10

Fotografia de Trump (à esqu.) e Biden (à dir.)
Fotografia de Trump (à esqu.) e Biden (à dir.) - Wikimedia Commons

Na última quinta-feira, 26, durante o feriado de Ação de Graças, o atual presidente norte-americano, Donald Trump, disse em entrevista aos jornalistas que deixará a Casa Branca caso o Colégio Eleitoral formalize a vitória de Joe Biden. "Certamente, eu irei. Certamente irei. E vocês sabem disso", declarou. "Mas eu acredito que muitas coisas vão acontecer entre agora e o dia 20 de janeiro. Muitas coisas". As informações são da agência de notícias Reuters e foram divulgadas pelo G1.

Até o momento, a recente fala de Trump foi o ato mais próximo de reconhecimento de sua derrota. De acordo com a publicação, apesar da declaração o político continuou afirmando a existência de fraude eleitoral, mas, sem apresentar provas. "Essa eleição foi uma fraude", afirmou Trump.

Quando questionado se irá comparecer na posse do presidente eleito Joe Biden, marcada para 20 de janeiro de 2021, o norte-americano preferiu se manter em silêncio. Nas eleições realizadas no início de novembro nos EUA, Biden assegurou 306 votos do Colégio Eleitoral, mais do que os 270 necessários para vencer. Contudo, a formalização do resultado está marcada para o dia 14 de dezembro pelo Colégio Eleitoral.

Sobre Donald Trump

Donald Trump nasceu e cresceu no Queens, entre seus quatro irmãos. Seu pai, Fred, é descendente de imigrantes alemães, enquanto sua mãe, Mary Anne, migrou da Escócia em 1930. Na faculdade, recebeu o diploma de bacharelado em economia, pela Wharton University of Pennsylvania, em 1968.

Aos 25 anos, recebeu a empresa de imóveis e construção de seu pai. À frente da Trump Organization, Donald recebeu o título de magnata. Em 2015, anunciou sua nomeação para a presidência dos EUA pelo Partido Republicano.

Durante sua campanha, Trump usou de discursos de cunho populista e anti-imigração, sempre lembrando seu lema: “Make America great again”. Em 2016, o republicano derrotou a democrata Hillary Clinton e se tornou o 45º Presidente dos Estados Unidos. Aos 70 anos, ele foi a pessoa mais velha a assumir o cargo.


+Saiba mais sobre a história dos EUA por meio de obras disponíveis na Amazon Brasil.

Uma breve história dos Estados Unidos, de James West Davidson (2016) - https://amzn.to/31XwmCo

História dos Estados Unidos: das origens ao século XXI, de Leandro Karnal, Marcus Vinícius de Morais, Luiz Estevam Fernandes e Sean Purdy (2012) - https://amzn.to/3kV0be4

História Concisa dos Estados Unidos da América, de Susan-Mary Grant (2014) - https://amzn.to/2TCDDTJ

A história não contada dos EUA, de Peter Kuznick (2015) - https://amzn.to/3jK5Kuu

Estados Unidos: A formação da nação, de Leandro Karnal (2001) - https://amzn.to/2TDoscL

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W