Notícias » Inglaterra

Universidade de Oxford tomou a decisão de retirar estátua de colonizador

Após as manifestações antirracistas, a faculdade optou por não manter a estátua de Cecil Rhodes em sua dependência

Penélope Coelho Publicado em 19/06/2020, às 11h20

Fotografia de Cecil Rhodes
Fotografia de Cecil Rhodes - Wikimedia Commons

Na última quarta-feira, 17, funcionários da tradicional Universidade de Oxford, na Inglaterra, votaram e decidiram a favor da derrubada da estátua em homenagem a Cecil Rhodes. O homem em questão foi um colonizador britânico, que acreditava na superioridade da raça branca.

Mas, o incômodo em relação à estátua de Rhodes na Universidade não é de hoje, há pelo menos cinco anos, estudantes pedem pela retirada do monumento através da campanha intitulada como Cecil Rhodes must fall — Cecil Rhodes deve cair, na tradução literal para o português.

O pedido dos universitários tinha sido ignorado até então, porém, devido às manifestações chamadas de Black Lives Matter, realizadas pelos movimentos antirracistas, Oxford decidiu acatar a solicitação e irá remover a estátua de Cecil do espaço público, para um museu.

Além disso, a instituição anunciou que fará uma investigação sobre as ações do imperialista e ex-aluno da Universidade. De acordo com os manifestantes, até que a estátua seja retirada, eles permanecerão nas ruas de Oxford.

A decisão da Universidade vem chamando a atenção da mídia ao redor do mundo, confira: