Notícias » Brasil

Vereador tem fala racista na Câmara de São Paulo: ‘Coisa de preto’

Camilo Cristófaro pediu desculpas pelo ocorrido após trecho de áudio vazado circular nas redes sociais

Redação Publicado em 04/05/2022, às 11h00

Camilo Cristófaro, vereador de São Paulo
Camilo Cristófaro, vereador de São Paulo - Divulgação/Vídeo/CNN

O vereador de São Paulo Camilo Cristófaro (PSB) foi pego proferindo uma fala racista ao não perceber que estava com o microfone aberto durante uma sessão na Câmara Municipal de São Paulo na última terça-feira, 3.

Em um momento da sessão, o parlamentar afirmou que a situação era “coisa de preto”. O trecho do áudio acabou sendo divulgado e passou a repercutir nas redes sociais. Nele, Cristófaro dizia: “Não lavaram a calçada (…) é coisa de preto, né?”

Com o encerramento do debate, o vereador pediu desculpas sobre o que havia dito, falando sobre o caso em uma reunião do Colégio de Líderes da Casa. A assessoria dele havia informado a CNN no começo da tarde que não iria se manifestar “por enquanto”.

Eu queria primeiro, se alguém se sentiu ofendido — e eu acho que deve se sentir —, eu peço desculpa por um contexto que eu fiz com ele e que ele faz comigo”, explicou o parlamentar, sem especificar a quem se referia.

Ele continuou: “Então, é uma brincadeira nossa. Tanto é que ele é um cara que frequenta a minha casa. É uma pessoa que eu me orgulho”.

O caso foi recebido pelo presidente da Câmara, Milton Leite (União Brasil) com “indignação” e deve ser debatido na Corregedoria da Casa. “Que o corregedor dê celeridade ao processo. O desfecho cabe aos seus membros da Corregedoria. Não dá para aceitar mais isso”, afirmou Leite em nota.