Matérias » Animais

Como o Facebook ajudou a resgatar o coelho mais raro do mundo

O caso ocorreu na Ilha de Sumatra, na Indonésia

Redação Publicado em 15/08/2021, às 10h00

Coelho encontrado
Coelho encontrado - Divulgação/KSNP

Depois que um coelho raríssimo foi anunciado por um vendedor em uma publicação no Facebook, a organização não governamental Fauna & Flora International (FFI) se uniu ao Parque Nacional de Kerinci Seblat, na Indonésia, para resgatá-lo. 

Segundo informações da revista Galileu, o coelho-listrado-de-sumatra, como é chamado o animal, é tão raramente visto que quase não há informações sobre ele, salvo suas características físicas e locais onde costuma habitar. 

O resgate

Segundo os profissionais, o coelho foi encontrado com um pequeno machucado na lateral de seu corpo. Apesar disso, o resgate foi um sucesso. As esquipes acreditam que o mamífero tenha sido capturado por um fazendeiro em uma área próxima ao parque nacional, depois de uma inundação.

Coelho-listrado-de-Sumatra / Crédito: Divulgação/Jeremy Holden/FFI

 

"O resgate bem-sucedido do coelho-listrado-de-sumatra foi um verdadeiro esforço de equipe e é uma prova da ampla rede de apoio que opera ao redor do parque — online e offline”, declarou a porta-voz da FFI, Deborah Martyr, em comunicado. “Uma vez que o fazendeiro que pegou esse coelho entendeu sua raridade, ficou feliz em vê-lo de volta ao parque nacional", completa ela.

Um dos guardas florestais que participaram do resgate, Herizal, afirmou nunca ter visto um coelho como aquele em oito anos de profissão.

Na imagem, floresta desmatada na Ilha de Sumatra / Crédito: Getty Images

 

"É sempre bom libertar animais de volta à natureza — e isso foi muito menos estressante do que libertar um tigre”, disse o guarda. “Nós o soltamos, ele olhou em volta e então começou a comer folhas. Parecia muito relaxado", finalizou.

Habitat natural e preservação da espécie

Como poucos indivíduos da espécie foram vistos, há poucas informações sobre esses pequenos animais, mas os especialistas perceberam que eles preferem viver em florestas submontanas cobertas por musgo.

Os biólogos acreditam que o Parque Nacional Kerinci Seblat seja um dos últimos locais que possam abrigar o coelho-listrado-de-Sumatra, que vem perdendo seu habitat natural em um ritmo muito acelerado.

Uma armadilha para animais / Crédito: Wikimedia Commons/Robert Lawton

 

"Embora Kerinci Seblat seja mundialmente famoso por sua biodiversidade, são os animais carismáticos maiores, como tigres, elefantes e calaus-de-capacete que geralmente fazem as manchetes”, declarou o diretor do Parque Nacional, Tamen Sitorus. “Muitas vezes as pessoas esquecem que este parque também protege espécies raras como o coelho-listrado-de-sumatra e seu habitat.”

A matéria ainda ressalta que, o coelho não costuma ser vítima de caça ou comércio ilegal, muito em razão de sua raridade e de seus hábitos noturnos, mas, ainda assim, ele pode ser pego em armadilhas voltadas à captura de outros animais.


+Saiba mais sobre o reino animal em grandes obras disponíveis na Amazon:

Animals: A Visual Encyclopedia, de DK Publishing (2012) - https://amzn.to/33TNk6r

Life Lessons from the Heart of Horses: How Horses Teach Us About Relationships and Healing, de Kathy Pike (2021) - https://amzn.to/31JdYMA

Animal Kingdom: A Collection of Portraits, de Randal Ford (2018) - https://amzn.to/33QdKWN

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W