Matérias » Crimes

Em busca de uma herança lendária: o terrível assassinato da família Troadec

Os quatro membros da família francesa teriam sido espancados até a morte em uma noite por um parente, que tinha uma motivação gananciosa

Ingredi Brunato Publicado em 10/12/2020, às 17h34

Fotografias dos quatro membros da família Troadec
Fotografias dos quatro membros da família Troadec - Divulgação

A família francesa dos Troadec foi vista em público pela última vez no dia 16 de fevereiro de 2017. Onze dias depois, uma irmã da matriarca da família, Brigitte Troadec, preocupada pela ausência prolongada de notícias, alertou as autoridades do desaparecimento

Os Troadec eram em quatro: além de Brigitte, havia o pai, Pascal, e os dois filhos, Sébastien e Charlotte. Os adultos tinham ambos 49 anos de idade, enquanto o rapaz tinha 21, e a moça 18. Todos desapareceram juntos. 

Não demorou muito para que a polícia francesa percebesse que tinha um caso de assassinato em mãos, especialmente após encontrar vestígios de manchas de sangue pertencentes aos membros da família em sua residência. Ainda por cima, foi identificado que alguém teria tentado limpá-las. 

Residência dos Troadoc e cena do crime / Crédito: Wikimedia Commons

 

E cerca de um mês depois, o culpado apareceu: para o choque de todos, era o próprio cunhado de Pascal, Hubert Caouissin. O pior de tudo, todavia, era o motivo que o levou a cometer o horrível crime. 

Mortos por conta de uma lenda 

Caoussin costumava ser casado com Lydie Troadec, irmã do pai da família que seria posteriormente assassinada. Quando ocorreu a separação dos dois, eles precisaram assinar papeis, organizar a divisão de bens e outras burocracias comuns à realização de um divórcio. 

O que não era comum, todavia, era uma história da família Troadec que fez Hubert acreditar que eles tinham posse de barras de ouro. Segundo o mito, as barras preciosas teriam sido encontradas durante a demolição de um prédio que pertencia ao patriarca dos Troadec, pai de Pascal, que já estava falecido há anos. 

Certamente, a presença de ouro mudava o processo de divisão de bens. Isso se ele fosse real. Na busca por essa herança lendária do qual gostaria de ter um pedaço, Caoussin decidiu invadir a casa da família francesa no meio da noite. 

O crime 

Foi, todavia, encontrado pelo pai, e uma discussão teria começado. O embate teria perdido o controle, todavia, com a ganância inicial de Hubert se transformando em um instinto assassino. 

Os quatro membros da família acabaram sendo espancados até a morte com um pé de cabra naquela noite. A informação sobre a arma do crime foi revelada pelo promotor local, Pierre Sennes, segundo divulgado pela BBC em 2017. 

Os corpos dos Troadec foram desmembrados, e seus pedaços descartados em diferentes localizações, para dificultar o processo de encontrá-los. Outros restos mortais, ainda, foram queimados. 

Desfecho 

Durante as investigações iniciais, Caoussin informou à polícia que fazia anos que não via a família. Essa mentira caiu por terra rapidamente, todavia, quando os oficiais encontraram o DNA do homem na casa dos desaparecidos. 

O cunhado dos Troadec não foi o único a ser indiciado pelo crime. Sua ex-esposa, Lydie, também se tornou uma suspeita, embora a extensão de seu envolvimento na execução dos assassinatos não tenha sido inteiramente esclarecida. 

Lydie Troadec e Hubert Caoussin / Crédito: Divulgação - Le Parisien

 

O que as evidências puderam apontar foi que a mulher teria ajudado na limpeza do veículo onde os corpos foram transportados até o local de descarte. Essa sua atuação no auxílio ao seu ex-marido no momento de apagar as provas do crime acaba tornando-a cúmplice do assassinato da família do próprio irmão.


+ Saiba mais sobre o tema por meio de obras disponíveis na Amazon:

The Disappearance of Jean Spangler, de Charles River Editors (2018) - https://amzn.to/2z6PAKF

O Desaparecimento De Josef Mengele, de Olivier Guez (2019) - https://amzn.to/2SDhvIL

A verdade sobre o caso Harry Quebert, de Joël Dicker (2015) - https://amzn.to/3dn5sXE

O desaparecimento de Stephanie Mailer, de Joël Dicker (2019) - https://amzn.to/3dhUi6H

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W