Matérias » Oriente Médio

Em imagens: Há 52 anos, terminava a Guerra dos Seis Dias

Um dos principais conflitos envolvendo o Estado de Israel no Oriente Médio foi curto, mas bastante desastroso. Entenda!

André Nogueira Publicado em 10/06/2019, às 17h00

Tanque israelense nas Colinas de Golã
Tanque israelense nas Colinas de Golã - Wikimedia Commons

Nunca um conflito tão curto deixou marcas tão profundas. A Guerra dos Seis Dias, que faz 52 anos agora, legou — às futuras gerações de judeus, palestinos e outros árabes — fronteiras e ressentimentos presentes até os dias atuais.

Teve início a ocupação de Israel na Faixa de Gaza, Cisjordânia e Jerusalém Oriental, os pontos nevrálgicos do conflito com os palestinos. O território da Autoridade Palestina basicamente é aquilo que Israel tomou em 1967 do Egito e da Jordânia. E reluta em largar.

Outro nome para a Guerra dos Seis dias é Terceira Guerra Árabe-Israelense. Como indica, não foi a primeira — tampouco seria a última. Começou em 1948, com o nascimento de Israel  por uma resolução da ONU. As posições dos judeus foram atacadas por todos os vizinhos imediatamente, pois eles consideravam a ação uma conquista territorial justificada pela ONU.

É chamada Guerra de Independência pelos judeus. Quanto aos palestinos, expulsos então de suas terras, a chamam de Nakba (Catástrofe).

1. Nasser e seus soldados

Em 22 de maio de 1967, o Presidente Nasser disse aos pilotos no aeródromo de Bir Gifgafa: "Os judeus estão ameaçando a guerra - dizemos a eles bem-vindos!".

Crédito: Wikimedia commons

2. Após a destruição

Soldados israelenses examinam caça egípcio que abateram.

Crédito: Wikimedia commons

3. Armas pesadas

Caminhoneira (navio blindado e armado com canhões) de Israel passando pelo Estreito de Tiran, entre a Arábia Saudita e o Egito.

Crédito: Wikimedia commons

4. Debaixo da terra

Pessoas num abrigo antiaéreo em Kfar Maimon, Israel.

Crédito: Wikimedia commons

5. Desespero civil

Abrigo antiaéreo em Kibbutz Dan, no norte de Israel.

Crédito: Wikimedia commons

6. Sharked

Forças expedicionárias de reconhecimento do Exército de Israel, a unidade Sharked, durante a ocupação da Península do Sinai

Crédito: Wikimedia commons