Matérias » Entretenimento

Tragédia no ar: o misterioso desaparecimento do Voo Malaysia Airlines 370

Até hoje, o destino do avião que desapareceu entre a Malásia e a China representa um dos maiores enigmas da aviação

Joseane Pereira Publicado em 14/08/2020, às 09h00

O modelo da aeronave
O modelo da aeronave - Wikimedia Commons

No dia 8 de março de 2014, acontecia um dos maiores mistérios da aviação. O voo 370 da Malaysia Airlines, que levava 239 pessoas de Kuala Lumpur para Pequim, simplesmente desapareceu.

A última comunicação da tripulação com o controle de tráfego aéreo se deu 38 minutos depois da decolagem, e durante mais de uma hora ela foi rastreada se desviando de sua rota planejada.

Até hoje, não se sabe o destino final do avião que ia da capital da Malásia até a capital da China, e muitas teorias vêm surgindo a respeito deste trágico episódio.

Mistério no ar

Os 12 funcionários da aeronave eram da Malásia, incluindo os pilotos, e os 227 passageiros pertenciam a 14 nações diferentes, sendo 153 cidadãos chineses, entre eles 19 artistas que retornavam de uma exibição em Kuala Lumpur com suas famílias.

Destroços de asa do avião, exposto no evento em memória ao desaparecimento / Crédito: Getty Images

 

A busca pelo avião se concentrou inicialmente no mar da China Meridional. A falta de notícias causou revolta na China, Malásia e diversos outros países, e durante os anos de 2015 e 2016 detritos da aeronave foram sendo encontrados no Oceano Índico. Não era possível determinar se o avião se rompeu no ar ou no impacto com o oceano, mas o que se sabia era que ele havia descido para a água descontroladamente.

Em janeiro de 2017, após uma pesquisa de três anos que mapeou 120 mil km do oceano, os governos da Malásia, Austrália e China interromperam a busca. Entre as hipóteses oficiais, está a de um evento de hipóxia — falta de controle na descompressão da aeronave —durante o início do voo, e também a de que o avião havia sido sequestrado.

Evento em memória ao desaparecimento do voo Malaysia Airlines 370 em Kuala Lumpur, 3 de março de 2019 / Crédito: Getty Images

 

A hipótese de que os pilotos se suicidaram também foi cogitada, pelo fato de que os sinais foram desligados de dentro da aeronave. Entretanto, antes do voo, nada suspeito foi encontrado nos compartimentos da cabine.

Em julho de 2018, o governo da Malásia emitiu um relatório final sobre a busca da aeronave, considerando o mau funcionamento mecânico improvável e alegando que os investigadores realmente não conseguiram determinar o que causou o desaparecimento do voo 370.


+Saiba mais sobre aviões por meio de grandes obras disponíveis na Amazon Brasil:

Almanaque do avião, de Ernesto Klotzel e Tomas Prieto (2013) - https://amzn.to/2xEIegN

Aviões das grandes guerras, de Tomas Prieto (2015) - https://amzn.to/34WYDJr

Eletrônica de Aeronaves: Introdução aos Sistemas Aviônicos, de Thomas K. Eismin (2016) - https://amzn.to/2XYXL5E

Espera passar o avião, de Flavio Cafieiro (2018) - https://amzn.to/2RWgmf2

Terror a bordo: 17 histórias turbulentas, de Vários autores (2020) - https://amzn.to/3530BYT

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W