Matérias » Personagem

A misteriosa morte do comediante Ted Healy, criador dos Três Patetas

Após uma noite intensa com depoimentos inconclusivos, até mesmo seu médico pessoal desconfiou de sua autópsia

Wallacy Ferrari Publicado em 25/03/2020, às 10h29

Ted Healy, junto ao grupo que fundou e fez fama mundialmente
Ted Healy, junto ao grupo que fundou e fez fama mundialmente - Divulgação

Nascido no Texas em 1 de outubro de 1896, Ted Healy tinha Ernest Lea Nash como nome de batismo, mas atingiu o estrelato mundial com seu nome artístico, após liderar o grupo recordista em filmes de comédia em Hollywood na primeira metade do século 20: Os Três Patetas.

Aos 12 anos, seu pai decidiu mudar-se com a família para Nova York em 1908, deixando Healy próximo da atração do show business.  Seu amigo do Brooklyn, Moe Horowitz, o incentivou a buscar trabalho em teatro, sendo acolhidos pela australiana Annette Kellerman, que fez um show de mergulho em vaudeville, onde ambos foram responsáveis por dar humor a apresentação.

Sempre com humor, se tornou um sucesso comercial nos anos 1920, se tornando um dos artistas mais bem pagos do teatro vaudeville. Acolhendo o máximo de pessoas possível para dar abertura ao mercado de humor, casou-se com a companheira de trabalho, a atriz Betty Brown, com quem teve um casamento repleto de traições pela sua vida boêmia.

Em 1922, teve sua grande ideia. O termo Stooge, traduzido como pateta, representava uma ação que acontecia em seus shows, quando o mesmo recrutava alguém da plateia para passar por situações hilariantes que lhe colocassem em prova, como algo vergonhoso. Porém, passou a contratar um ator para sempre ser selecionado na plateia, passando por uma situação já ensaiada que, obviamente, funcionaria sempre.

O comediante de escada foi rapidamente escalado com outros dois de confiança de Healy, formando o trio Larry, Moe e Shemp, posteriormente conhecidos como Os Três Patetas. Inicialmente, o grupo, conhecido nos EUA como The Three Stooges, se chamavam Ted Healy and his Stooges, pois o papel do líder desencadeava nas piadas.

Com problemas contratuais, abandonou o projeto em 1932, quando os outros membros foram convidados pela Fox para estrelar um filme sem Healy, barateando o custo da produção. Na justiça, chegou a ter uma intensa briga judicial em relação ao nome da marca, que foi facilmente resolvida ao ser trocada sem compensar o idealizador financeiramente.

Irado, o artista chegou a esconder o material protegido por direitos autorais do grupo e até ameaçou bombardear teatros onde os membros se apresentariam. Enquanto o problema não se resolvia, chegou a tentar contratar novos patetas usando o mesmo nome do grupo, resultando em um fracasso comercial.

Fachada do Cafe Trocadero, em Los Angeles / Créditos: Wikimedia Commons

 

A noite de seu falecimento

Apesar de sua vida boêmia e problemas matrimoniais, Hearly se manteve em alta. Na noite de 20 de dezembro de 1937, decidiu ir ao Café Trocadero, em Los Angeles, administrado do pelo agente de Hollywood Pat DiCiccio, que teria conexões com o mafioso Lucky Luciano. Na ocasião, estava comemorando o lançamento de seu filme e nascimento de sua filha.

Na manhã seguinte, cambaleando e muito machucado, pediu um taxi ao seu hotel e disse aos amigos que havia sido espancado por três universitários. No hotel, um médico solicitado por um amigo fez pontos em um corte profundo que teve em volta dos olhos. Horas depois, já em repouso, o comediante começou a convulsionar.

Seu médico pessoal, Wyant LaMont, foi chamado, porém, não chegou a tempo de auxiliar e Healy acabou falecendo. LaMont, entretanto, se recusou a assinar um atestado de óbito, solicitando uma autópsia para verificar a gravidade do ocorrido. Desde então, a causa de sua morte se tornou uma grande dúvida.

A análise feita pela perícia que a morte havia sido causada por nefrite, uma inflamação nos rins, descartando a hipótese de que as agressões ocasionaram no seu óbito, porém, seus amigos não ficaram satisfeitos com a declaração. Na noite, algumas desavenças de Healy estavam na boate.

Os atores Wallace Beery e Albert "Cubby" Broccoli, que também atuavam diretamente como concorrentes do comediante no show business local, foram relatados como agressores na noite que Healy foi até o clube. Em um jornal local, Broccoli chegou a relatar que Healy havia puxado uma briga, lhe desferindo um soco no nariz.

A MGM, distribuidora dos filmes de ambos os envolvidos na briga, disse inicialmente que Healy havia sofrido um ataque cardíaco, recuando após a autópsia. Eddie Mannix, conhecido por resolver situações obscuras na MGM, visitou junto a uma equipe a boate e pagou funcionários e testemunhas para silenciar a história real e que até o relatório da autópsia foi falsificado. A hipótese não foi confirmada, mas uma testemunha afirmou ter participado de tal negociação.


Saiba mais sobre o assunto com as obras disponíveis na Amazon

That Was Entertainment: The Golden Age of the MGM Musical, de Bernard Dick (2018) - https://amzn.to/2vFeDSV

United Artists, de Vários Autores (2020) - https://amzn.to/2V4jnMy

The Fixers: Eddie Mannix, Howard Strickling and the MGM Publicity Machine, de E. J. Flemming (2004) - https://amzn.to/3bLYqvK

Golden Girls of MGM, de Jane Wayne (2004) - https://amzn.to/2u8UJiK

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/3b6Kk7du