Matérias » Personagem

Pablo Escobar derrubou um avião para matar um inimigo — que não embarcou

Responsável pelo ataque que causou 170 mortes, Escobar ainda foi derrubado por César Gaviria, que era alvo do episódio cruel

Penélope Coelho Publicado em 16/07/2020, às 17h31

O narcotraficante Pablo Escobar
O narcotraficante Pablo Escobar - Wikimedia Commons

Conhecido por ser um dos maiores traficantes da história, para chegar ao topo Pablo Escobar não mediu esforços e tomou atitudes sanguinárias a fim de eliminar qualquer um que estivesse em seu caminho e pudesse atrapalhar seus esquemas criminosos.

Um de seus planos mais famosos foi o bombardeio ao voo 203 da Avianca, que matou todas as 170 pessoas que estavam a bordo da aeronave. A tragédia ocorreu em 27 de novembro de 1989, e o alvo foi um Boeing 727 — que fazia um voo doméstico do Aeroporto Internacional El Dorado, na capital da Colômbia, até o Aeroporto Internacional Alfonso Bonilla Aragón, para a cidade de Cali.

Ideia sanguinária

Para conseguir colocar seu plano sangrento em prática, os capangas do traficante usaram de artimanhas para que o explosivo não fosse reconhecido. Assim, um jovem foi recrutado pelo Cartel de Medellín. Acredita-se que o homem tenha embarcado achando que levava consigo somente um gravador.

O traficante acreditava que um de seus inimigos estaria no avião. Assim, o principal objetivo era matar o candidato à presidência da Colômbia, César Gaviria, entretanto, o homem acabou não embarcando naquele dia.

César Gaviria, ex-Presidente da Colômbia / Crédito: Wikimedia Commons

 

O avião decolou conforme o previsto logo pela manhã. No início tudo ocorria conforme os protocolos, porém, depois de 5 minutos, a junção da velocidade do avião, com a altitude fizeram com que a carga explosiva fosse ativada. Em segundos, a aeronave já estava dominada pelo fogo.

Na ocasião, testemunhas que estavam no chão afirmaram que viram o incêndio no céu. Em seguida, uma nova explosão partiu a aeronave ao meio e os destroços do terrível começaram a invadir diferentes partes da cidade de Soacha.

Pedaços do avião puderam ser encontrados em um raio de até cinco quilômetros no município. Como resultado da explosão, além da morte de todos os passageiros que estavam no avião, outras três pessoas foram atingidas em solo e também faleceram.

Conclusões

As tentativas de Escobar para calar o político colombiano foram absolutamente em vão, já que Gaviria se tornou presidente da Colômbia em 1990. Na ocasião, as autoridades do país focaram seus esforços em uma investigação sobre a tragédia.

Modelo da aeronave que foi bombardeada / Crédito: Wikimedia Commons

 

Após algum tempo dessa infelicidade, especialistas chegaram à conclusão de que a bomba que colocou derrubou o Boeing 727 era, na verdade, produzida em um formato bem caseiro. A investigação determinou que a bomba foi composta por explosivos plásticos.

No livro De Rasguño y Otros Secretos Del Bajo Mundo, o jornalista e escritor, Juan Carlos Giraldo, descreveu o explosivo: “Ainda que se presuma que houve assessoria de um terrorista espanhol, que seria um ex-membro do ETA (organização nacionalista basca armada), a bomba com que explodiram o avião era um aparato simples, de fabricação caseira, que um jovem do cartel de Medellín mandou fazer".

Dois americanos estavam entre os viajantes que morreram naquele avião, isso fez com que o governo norte-americano iniciasse operações intensas com o objetivo de encontrar o paradeiro do narcotraficante.

Contudo, sem muitas respostas, as autoridades chegaram ao nome de Dandeny Muñoz Mosquera, conhecido como o principal assassino do Cartel de Medellín. O homem foi condenado pelo atentado no Tribunal Distrital dos Estados Unidos.

O que aconteceu no voo 203 foi posteriormente retratado na primeira temporada da série Narcos. Através da produção audiovisual da plataforma de streaming Netflix — que relata a vida de Pablo desde o final da década de 1970 —, a tragédia causada por Escobar voltou à tona depois de 30 anos.


+Saiba mais sobre Pablo Escobar por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

Sra. Escobar: Minha vida com Pablo, Victoria Eugenia Henao (2019) - https://amzn.to/3dlc75A

Minha Vida com Pablo Escobar, Jhon Jairo Velásquez e Maritza Neila Wills Fontecha (2017) - https://amzn.to/2tgBgvK

Pablo Escobar: meu pai, Juan Pablo Escobar (2015) - https://amzn.to/2QeEaKk

Pablo Escobar: O Narcotraficante: A história por trás do homem que matou mais de 5 mil pessoas (Mentes Criminosas Livro 1)https://amzn.to/36bejsA

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/3b6Kk7du