Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Matérias / Elvis Presley

Por que o corpo de Elvis Presley foi exumado de cemitério e enviado à Graceland?

Originalmente sepultado no Forest Hill Cemetery, restos mortais de Elvis Presley foram exumados e enviados à Graceland poucas semanas após sua morte

Fabio Previdelli | @fabioprevidelli_ Publicado em 16/07/2022, às 12h00

O túmulo de Elvis Presley - Montagem com Wikimedia Commons
O túmulo de Elvis Presley - Montagem com Wikimedia Commons

Em 16 de agosto de 1977, Elvis Presley se preparava para deixar Memphis e começar mais uma turnê. Mas os planos mudaram depois que Ginger Alden, sua última namorada, o encontrou inconsciente no chão do banheiro de sua mansão, em Graceland

Em seu livro ‘Elvis & Ginger: Elvis Presley's Fiancée and Last Love Finally Tells her Story’, Alden descreve que "Elvis parecia como se seu corpo inteiro tivesse congelado completamente na posição sentada enquanto usava o banheiro e depois caísse para a frente, naquela posição fixa, diretamente na frente dele.”

Ficou claro que, desde o momento em que o que o atingiu até o momento em que ele caiu no chão, Elvis não se moveu”, completou.

Inúmeras tentativas de reanimá-lo fracassaram e Elvis foi declarado morto oficialmente às 15h30 daquele dia, no Baptist Memorial Hospital. O Rei do Rock tinha apenas 42 anos quando nos deixou

Elvis durante uma de suas muitas performances/ Crédito: Getty Images

Dois dias depois, Presley foi enterrado no Forest Hill Cemetery ao lado de sua mãe, Gladys. Na ocasião, cerca de 80.000 pessoas fizeram uma enorme fila na rota da procissão até o cemitério. 

Apesar de o cantor ter sido sepultado no local, em 3 de outubro daquele ano, seus restos mortais, assim como os de sua mãe, foram exumados e enterrados novamente no Jardim de Meditação de Graceland.

Dois anos depois, o pai de Elvis, Vernon, também veio a falecer e foi enterrado ao lado do filho e da esposa. Mas porque o túmulo de Elvis foi levado para sua mansão?

Descanso em Graceland

Segundo explica Peter Guralnick em ‘Careless Love: The Unmaking of Elvis Presley’, apenas alguns dias após a morte do Rei do Rock, ladrões de túmulo tentaram violar seu caixão. 

Os responsáveis por tal ato foram Eugene Johnson, Raymond Green e Ronnie Lee Adkins, conforme aponta matéria publicada pela equipe do site do Aventuras na História. A intenção do trio era ambiciosa: sequestrar o corpo de Elvis e pedir 10 milhões de dólares para seus familiares como resgate do cadáver

Apesar da trama, eles foram pegos em ação e o corpo de Elvis foi levado, semanas depois, para Graceland, onde permanece desde então. A mansão do Rei do Rock foi aberta ao público em 1982. 

De acordo com dados do National Park Service, o local atrai, anualmente, cerca de meio milhão de visitantes, tornando- se tornando a segunda casa mais visitada dos Estados Unidos — a primeira é a Casa Branca. Por esse motivo, em 2006, Graceland se tornou Patrimônio Histórico Nacional. 

O túmulo de Elvis Presley em Graceland/ Crédito: Daniel Schwen via Wikimedia Commons

Entretanto, em 1999, aponta a Outsider, Lisa Marie Presley, filha de Elvis com Priscilla Presley, declarou que tinha o desejo que o corpo de seu pai fosse removido de um local onde as pessoas pudessem visitá-lo. Ela buscava mais privacidade para os restos mortais de Elvis. O desejo nunca foi atendido. 

Todos os anos, em 16 de agosto, uma vigília à luz de velas é feita em Graceland pela memória de Elvis Presley, de sua música e de seu talento. Quase 45 anos após sua morte, o legado do Rei do Rock ainda permanece vivo no coração de seus fãs.


+Saiba mais sobre Elvis Presley em grandes obras disponíveis na Amazon Brasil:

Elvis and Me: The True Story of the Love Between Priscilla Presley and the King of Rock N' Roll, de Priscilla Presley (1986) - https://amzn.to/32v7QIj

Elvis and Ginger: Elvis Presley's Fiancée and Last Love Finally Tells Her Story, de Ginger Alden (Ebook) - https://amzn.to/2QrWmj2

Elvis Presley. História, Discografia, Fotos e Documentos, de Gillian G. Gaar (2016) - https://amzn.to/39sIspm

Elvis - A biografia ilustrada, de Marie Clayton (2015) - https://amzn.to/37nsr1P

Elvis and Me, de Priscilla Presley, Sandra Jarmon e Sandra Harmon (1986) - https://amzn.to/2QABjuj

Elvis Presley: A Vida Na Musica, de Ernst Jorgensen (2010) - https://amzn.to/2QcTuHy

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W