Matérias » Religião

Quem eram os israelitas politeístas?

Por que uma tumba do século 8 a.C. faz referência a uma esposa de Javé, a deusa Asherah?

Fábio Marton Publicado em 17/10/2019, às 10h00

None
A Bíblia / Crédito: Getty Images

Os israelitas tinham um deus que só eles seguiram. Mas isso não quer dizer que esse foi seu único deus desde o começo.

A própria Bíblia deixa claro que muitas vezes o povo escolhido traiu a seu deus por outros deuses. O próprio rei Salomão terminou a vida criando templos a deuses cananeus: Quemós e o infame Moloque (1 Reis 11:7).

Mas não é a única dica que a Bíblia dá de que os israelitas nem sempre viram seu deus como único. O principal deus do panteão cananeu era El, e sua esposa era Asherah. Entre os judeus, a palavra El se tornou o termo genérico para deus, usado para se referir ao próprio deus da Bíblia, em versões como El Shaddai (Deus todo-poderoso, Gênesis 17:1) ou o quase suspeitamente politeísta Elohim (Deus dos deuses).

Variações de El aparecem 217 vezes no Tanakh, o Antigo Testamento judaico.

Asherah em alto-relevo cananeu / Crédito: British Museum

El e Yahweh acabaram sendo mesclados num só — e a prova disso está em coisas como uma tumba do século 8 a.C., do Reino de Judá, que faz referência a Yahweh e sua esposa Asherah. Estátuas de Asherah continuam a ser encontradas em Israel.

"Primeiro, houve uma fusão de várias divindades na figura de Yahweh, entre elas El, Asherah e Baal", diz Mark Smith, professor de estudos bíblicos na Universidade de Nova York, autor de The Origins of Biblical Monotheism (As Origens do Monoteísmo Bíblico, sem tradução).

Segundo ele, basta ler os poemas bíblicos mais antigos para perceber essa fusão de deuses. Na Bíblia, Yahweh assume os atributos de Baal como senhor da tempestade ("A voz do Senhor despede relâmpagos", Salmos 29:7).

Yahweh não era então o deus único, mas o deus que era único aos israelitas. Após o cativeiro babilônico, entre 586 a.C. e 539 a.C., isso mudou. Os outros deuses foram não só banidos de vez entre os judeus, como declarados inexistentes.


Conheça mais sobre as crenças israelitas:

1. The Origins of Biblical Monotheism: Israel's Polytheistic Background and the Ugaritic Texts, de Mark S. Smith (2001) - https://amzn.to/32mQqfI

2. The Book of Yahweh (the Yahwist Bible): Fragments From the Primitive Document in Seven Early Books of the Old Testament, by an Unknown Genius of the Ninth Century, B.C, de Clarimond Mansfield (2018) - https://amzn.to/2nQ6hEn

3. Politeísmos: as religiões do mundo antigo, de Paolo Scarpi (2005) - https://amzn.to/2MkfZbs

Vale lembrar que os preços e quantidade disponível das obras condizem com os da data de publicação deste post. Além disso, a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.