Matérias » Arqueologia

Relíquias intactas: Relembre uma das maiores descobertas arqueológicas já feita no Brasil

Mais de 800 mil artefatos de diferentes períodos históricos foram descobertos no Rio de Janeiro em 2013; veja fotos!

Isabela Barreiros, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 15/09/2021, às 14h34

Artefatos descobertos no sítio arqueológico no RJ em 2013
Artefatos descobertos no sítio arqueológico no RJ em 2013 - Tomaz Silva/Agência Brasil

Em 2013, arqueólogos brasileiros se depararam com um verdadeiro tesouro para a ciência nacional ao encontrarem um acervo notável de artefatos de diferentes momentos históricos no Rio de Janeiro. A descoberta foi feita perto da antiga estação de trens da Leopoldina. 

Os pesquisadores encontraram uma série de itens domésticos, como um desodorante e uma escova de dente que estava, inclusive, inscrita em francês com “Sua majestade o imperador do Brasil”, além de outros frascos de vidro intactos.

Pasta de dente descoberta / Crédito: Tomaz Silva/Tomaz Silva/Agência Brasil

 

O sítio arqueológico revelou ainda um aqueduto subterrâneo que pode ter sido construído durante o governo de Dom João VI, no começo do século 19.

Outra descoberta impressionante foram os restos do Matadouro Imperial de São Cristóvão, onde era realizado abate de animais durante o governo imperial. 

Segundo o responsável pela análise dos objetos, Cláudio Prado de Mello, os artefatos encontrados vão do século 17 até o final do período imperial do país, no século 19. Os objetos impressionaram tanto pela quantidade, visto que são mais de 800 mil peças, quanto pela qualidade, já que estão íntegras.

Artefato encontrado no sítio arqueológico / Crédito: Tomaz Silva/Agência Brasil

 

“A arqueologia está perplexa, estamos encontrando uma quantidade não só imensa, mas inusitadamente bem preservada”, disse o arqueólogo na época. "Por ser uma área pantanosa e como o local passou por aterramento também com material orgânico, acabou preservando peças inteiras, intactas, sem nenhuma fratura, uma lasca”.

Ele ressaltou a importância de encontrar itens que geralmente passam despercebidos em uma análise geral da arqueologia, como objetos domésticos que faziam parte da rotina das pessoas que viveram a região no passado.

Com essa análise, é possível entender mais sobre o cotidiano desses indivíduos, por exemplo. 

Objeto com inscrição "família real" / Crédito: Tomaz Silva/Agência Brasil

 

Muitos dos itens podem ter sido resíduos de descarte do palácio imperial. A impressionante descoberta foi uma das mais importantes já feitas no Brasil, relatada pela EBC.

“É interessante estudar as coisas simples da vida das pessoas para reconstituir esse cotidiano que a gente não registra. O desodorante, a caixinha de pasta de dente, ninguém guarda para deixar de herança”, destaca Mello

Alguns dos itens da descoberta feita em 2013 / Crédito: Tomaz Silva/ABr

 

Artefatos encontrados postos sobre a mesa / Crédito: Tomaz Silva/Agência Brasil

 


+Saiba mais sobre arqueologia por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

Arqueologia, de Pedro Paulo Funari (2003) - https://amzn.to/36N44tI

Uma breve história da arqueologia, de Brian Fagan (2019) - https://amzn.to/2GHGaWg

Descobrindo a arqueologia: o que os mortos podem nos contar sobre a vida?, de Alecsandra Fernandes (2014) - https://amzn.to/36QkWjD

Manual de Arqueologia Pré-histórica, de Nuno Ferreira Bicho (2011) - https://amzn.to/2S58oPL

História do Pensamento Arqueológico, de Bruce G. Trigger (2011) - https://amzn.to/34tKEeb

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W