Vitrine » Brasil Império

Perdas precoces na realeza: as tristes mortes dos filhos de Dom Pedro II

Três dos herdeiros reais faleceram antes de seu pai, o último imperador do Brasil

Victória Gearini Publicado em 05/06/2020, às 11h41

Dom Afonso, Pedro Afonso e Leopoldina, respectivamente
Dom Afonso, Pedro Afonso e Leopoldina, respectivamente - Creative Commons

O notório imperador do Brasil Dom Pedro II, ao longo de sua vida, teve quatro filhos com Teresa Cristina: Isabel, Leopoldina, Pedro Afonso e Dom Afonso. No entanto, o que poucas pessoas sabem é que três de seus filhos tiveram uma triste morte, que antecederam o falecimento do patriarca. 

Afonso (1845-1847)

Nascido no dia 23 de fevereiro de 1845, Dom Afonso foi apresentado aos súditos na frente do palácio real. Parecido fisicamente com Dom Pedro II, o menino foi nomeado como o Príncipe Imperial do Brasil.

Pintura do primogênito Afonso / Crédito: Wikimedia Commons

 

Tudo parecia ir bem para a família imperial, até o dia 11 de junho de 1847, quando Dom Afonso, com apenas dois anos, foi encontrado morto. Enquanto se divertia na biblioteca do palácio, o menino teve uma série de convulsões, que o levou a morte em questão de minutos. Na época, a morte abalou a realeza e um grande funeral foi feito em homenagem ao pequeno.

Leopoldina (1847-1871)

Leopoldina é a terceira filha de Dom Pedro II com Teresa Cristina, nascida no dia 13 de julho de 1847. Extremamente inteligente e culta, a princesa teve uma educação rígida, tornando-se especialista em diversas áreas, entre elas: álgebra, astronomia, desenho, filosofia, mineralogia, botânica e música.

Retrato de Leopoldina de Bragança / Crédito: Wikimedia Commons

 

A princesa casou-se com Luís Augusto de Saxe-Coburgo-Gota, em 1864, passando a morar no Palácio Leopoldina, ao lado da residência de seu pai, na Quinta da Boa Vista. Ao todo, a jovem teve cinco filhos com seu companheiro. 

Após o nascimento de seu último filho, Luís Gastão, a aristocrata e o marido decidiram mudar-se para a Europa, o que a levou abdicar ao título de Princesa Brasileira. Em 1871, Leopoldina contraiu febre tifóide, o que a levou a morte no dia 7 de fevereiro daquele mesmo ano, aos 23 anos de idade. 

Pedro Afonso (1848-1850)

O último entre os quatro filhos de Dom Pedro II nasceu no dia 19 de julho de 1848, recebendo o título de Dom logo após o seu nascimento. A notícia da chegada de um novo herdeiro homem logo se espalhou pela corte e trouxe grande animação para os brasileiros da época, que comemoraram o nascimento da criança com fogos e tiros. 

Pedro Afonso sentado no colo de Teresa Cristina e, ao lado de suas irmãs, Isabel e Leopoldina / Crédito: Wikimedia Commons

 

Tudo parecia ir bem, até que em 1849, Dom Pedro II foi obrigado a seguir algumas tradições reais, sendo enviado para a Fazenda Imperial de Santa Cruz, propriedade da família. Durante esta viagem repentina e longe de seus filhos, Pedro Afonso e Isabel contraíram uma forte febre, que levou a morte do pequeno herdeiro. 

Assim como seu irmão, Pedro Afonso veio a falecer logo após uma série de convulsões na manhã do dia 9 de janeiro de 1850. Dom Pedro II ficou devastado e dois dias depois realizou um grande funeral em homenagem a criança. A morte prematura do herdeiro abalou tanto Dom Pedro II e Teresa Cristina que acredita-se que este tenha sido o real motivo pelo o qual o casal nunca mais tenha tido filhos. 

Presságio de Dom Pedro II 

Dom Pedro II acreditava que as mortes de seus filhos homens seriam presságios de que a monarquia corria riscos. Embora fosse um pai carinhoso e amasse suas filhas, ele mantinha a princesa Isabel e Leopoldina constantemente fora das decisões políticas. Coincidência ou não, Dom Pedro II foi o último imperador do Brasil, pois no dia 15 de novembro de 1889, a República foi proclamada, colocando um fim no sistema monárquico no país.


+AH: 10 FATOS CURIOSOS SOBRE A FAMÍLIA IMPERIAL BRASILEIRA


+Saiba mais sobre a família imperial por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

Pedro II – A história não contada: O último imperador do Novo Mundo revelado por cartas e documentos inéditos, de Paulo Rezzutti (2019) - https://amzn.to/2qWOGw7

Leopoldina: a história não contada: A mulher que arquitetou a independência do brasil, de Paulo Rezzutti (2017) - https://amzn.to/2DsrmJt

Coleção Princesa Isabel. Fotografia do Século XIX , de Bia Correa do Lago e Pedro Correa do Lago (2013) - https://amzn.to/34ue8aO

Retratos do Império e do Exílio, de Vários Autores (2011) - https://amzn.to/35PKgWP

Pedro: Imperador do Brasil e rei de Portugal, de Eugénio dos Santos (2015) - https://amzn.to/34ySFO6

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W