16. Roma, Cidade Aberta

Heroísmo em cada esquina

Douglas Portari Publicado em 01/07/2008, às 00h00 - Atualizado em 23/10/2017, às 16h36

Aventuras na História
Arquivo Aventuras

Lançado na Itália ainda no “calor” do momento, setembro de 1945, o filme narra a história da resistência à ocupação nazista em Roma. Em 1944, o inimigo comum uniu comunistas e membros da Igreja Católica, representados no papel do padre dom Pietro (Fabrizi). O dia-a-dia dos italianos também é visto sob a ótica da personagem de Anna Magnani, a viúva Pina, noiva de um partigiano. Federico Fellini, que só anos depois se tornaria diretor, é co-autor do roteiro. O filme tornou-se um marco do neo-realismo italiano e forma uma trilogia de guerra com as produções Paisà (1946) e Alemanha, Ano Zero (1948).

[Título original] Roma, Città Aperta

[País] Itália

[Ano] 1945

[Direção] Roberto Rossellini

[Elenco] Aldo Fabrizi, Anna Magnani, Marcello Pagliero

[Preço do DVD] R$ 38

Fácil de encontrar

Fique de olho

Quase todos os soldados alemães do filme eram prisioneiros de guerra, o que contribuiu para o realismo e com os parcos recursos da produção. O longa venceu o Festival de Cannes de 1946.