Curiosidades » Personagem

36 anos preso por um crime que não cometeu: o caso Archie Williams

O rapaz negro e de origem pobre, foi preso erroneamente aos 22 anos, após ser acusado injustamente de um crime que não cometeu

Victória Gearini Publicado em 06/12/2020, às 10h00

Archie Williams, finalista do America 's Got Talent
Archie Williams, finalista do America 's Got Talent - Divulgação / Youtube / Epic Top Trending

Em 1983, Archie Williams, na época com 22 anos, foi condenado injustamente por estupro, ataque agravado e tentativa de homicídio de uma mulher. Durante 36 anos, o rapaz negro e de origem humilde ficou preso, até que sua história tomou outros rumos.

Na noite do crime, Archie Williams estava dormindo em sua casa. Na época, tanto sua mãe quanto irmã comprovaram a alegação durante o depoimento. Além disso, segundo as investigações, nenhuma prova contra Williams foi encontrada na cena do crime.

No entanto, sem condições de lutar contra o sistema judicial da Louisiana, o rapaz foi condenado à prisão perpétua sem direito a condicional. Contudo, em 1995, viu uma oportunidade de mudar o desfecho da sua história. 

Carta escrita por Archie Williams aos advogados do projeto / Crédito: Divulgação / Youtube / Epic Top Trending

 

Na época, o homem conheceu a ONG Innocence Project, que desde 1992 revisa processos judiciais e utiliza exames de DNA para provar a inocência de condenados.

Assim que soube sobre a existência do projeto, Williams escreveu uma carta aos advogados da ONG, pedindo ajuda para provar sua inocência.

Entretanto, devido a legislação atrasada de Louisiana, o homem teve que aguardar 10 anos para que o Estado permitisse que fizessem um exame de DNA.

Em 2009, o resultado alegou que Williams era inocente: o material encontrado era compatível com o do marido da vítima, não com o do acusado. 

Archie Williams após ser inocentado / Crédito: Divulgação / Youtube / Epic Top Trending

 

Mais 10 anos se passaram até que as autoridades pudessem ligar as digitais encontradas na cena do crime com as de Stephen Forbes — acusado de outros estupros e morto em 1996. Contudo, somente em 21 de março de 2019, Archie Williams foi inocentado do crime.

O recomeço 

O Innocence Project, no qual Williams recorreu para provar sua inocência, já reverteu cerca de 375 casos, dentre eles 21 de condenados que estavam no corredor da morte. Após conseguir sua liberdade, o homem, que agora tem 60 anos, decidiu recuperar o tempo perdido.

Archie Williams, em apresentação no America 's Got Talent / Crédito: Divulgação / Youtube / Epic Top Trending

 

Após sair da prisão, o ex-condenado publicou um vídeo em uma rede social, afirmando que sempre tentou manter a consciência o mais centrada possível, e que nunca deixou sua “mente ir para a prisão".

Em 2019, tornou-se um dos finalistas da 15ª edição do programa America 's Got Talent, conquistando milhares de fãs pelo mundo — incluindo a duquesa de Sussex, Meghan Markle.

Tanto a sua bela voz quanto a história de vida cativaram, ainda, o jurado Simon Cowell, que decidiu se tornar um dos embaixadores do projeto responsável por mudar o desfecho de Archie Williams.


++Saiba mais sobre o sistema prisional por meio de obras disponíveis na Amazon Brasil:

Presos que menstruam, de Nana Queiroz (2015) - https://amzn.to/36r7Gol

Estação Carandiru, de Drauzio Varella (1999) - https://amzn.to/2VkLUMT

Prisioneiras, de Drauzio Varella (2017) - https://amzn.to/2HXl7Dh

Regime fechado, de Débora Driwin Rieger Zanini (2016) - https://amzn.to/3lrMjaL

Cadeia, de Debora Diniz (2015) - https://amzn.to/3mtYDsj

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W