Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Curiosidades / Charles III

Além de Charles III: Câncer já afetou outros membros da família real

Rei Charles III foi diagnosticado com câncer nesta segunda-feira, 5; doença já afetou outros membros da família real britânica

Redação Publicado em 05/02/2024, às 18h53 - Atualizado em 06/02/2024, às 10h12

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
George VI, o rei Charles III e a Rainha Mãe (respectivamente) - Getty Images e domínio público
George VI, o rei Charles III e a Rainha Mãe (respectivamente) - Getty Images e domínio público

O Palácio de Buckingham anunciou na última segunda-feira, 5, que o rei Charles III foi diagnosticado com câncer. Após passar por uma cirurgia de próstata, fora identificado 'outro ponto de preocupação', explica a nota divulgada.

O comunicado oficial não revela o tipo de câncer que acometeu o monarca, entretanto, uma fonte garantiu à Reuters que não se trata de um câncer na próstata. Iniciando o tratamento, o rei foi aconselhado a adiar suas funções públicas.

Entretanto, o comunicado enfatiza que Charles III vai trabalhar e cuidar de documentos. Conforme o palácio, o monarca está 'positivo' com o tratamento e pretende voltar a suas funções públicas rapidamente.

Sua Majestade optou por compartilhar o diagnóstico para evitar especulações e na esperança de que possa ajudar a compreensão pública de todas as pessoas afetadas pelo câncer em todo o mundo”, explica a nota.

Diagnósticos

No entanto, o monarca não é o único membro da família real que já recebeu diagnóstico de câncer.

O rei Edward VIII, que teve um curto reinado em 1936, foi diagnosticado com câncer na garganta em 1971, explica o US Weekly. Fumante, assim como muitos membros da família real, ele faleceu no ano seguinte.

O rei George VI, avô do rei Charles III, também foi acometido por um câncer. A informação vem de um estudo feito pela Universidade de Oxford em 2018, no qual foi documentado que o pai da rainha Elizabeth II sofreu com um câncer de pulmão. Em 1951, passou por uma cirurgia na qual o órgão esquerdo foi removido.

O rei George VI (à esqu.) e a Rainha Mãe (à dir.) - Domínio Público

A Rainha Mãe, como ficou conhecida a mãe de Elizabeth II, teve diferentes tipos de câncer, no entanto, a informação só fora divulgada anos depois de seu falecimento, ocorrido em 2002.

Segundo William Shawcross, autor de 'The Queen Mother: The Official Biography, a avó do rei Charles III passou por um procedimento que removeu um tumor em 1966, após ser diagnosticada com câncer de cólon. Depois, ela ainda seria diagnosticada com câncer de mama em 1984. A nobre chegou a passar por um procedimento para remover um caroço do peito.

Outro caso recente informado, anterior ao anúncio do rei Charles III, é o de Sarah Ferguson. Ela, que foi casada com o príncipe Andrew, revelou que foi diagnosticada com câncer de mama em junho do ano passado. 

Em janeiro deste ano, ela descobriu um melanoma maligno, tipo agressivo de câncer de pele, noticiou a UK Press Association (PA). "Após seu diagnóstico de uma forma inicial de câncer de mama neste verão, Sarah, Duquesa de York, foi diagnosticada com melanoma maligno", explicou um porta-voz da Duquesa de York.