Curiosidades » Família real britânica

O motivo bizarro pelo qual a bicicleta da princesa Diana foi comprada

O item dos anos 1970 foi adquirido em um leilão em abril deste ano por um advogado americano que se descreve como 'anti-monarquista'

Alana Sousa Publicado em 29/05/2021, às 10h00

Diana andando de bicicleta ao lado de Charles, William e Harry
Diana andando de bicicleta ao lado de Charles, William e Harry - Divulgação/Twitter/BBC

Antes de entrar para a família real britânica, Diana teve que se desfazer de partes importantes de sua antiga vida. Além de deixar para trás seus hobbys, seu trabalho e detalhes de sua personalidade, um item curioso foi exigido pela corte que fosse vendido: trata-se de uma bicicleta.

Seu casamento com o príncipe Charles, em julho de 1981, foi desastroso desde o começo. A jovem princesa precisava se encaixar nas regras e etiquetas da corte de Elizabeth II — e ter uma bicicleta, com certeza, não se encaixava na vida dos membros reais.

Assim, o item, uma Ladies Raleigh Traveller na cor azul, feita nos anos 1970, foi colocada a venda e, por anos, ninguém mais mencionou a bicicleta. Até que, em abril de 2021, um advogado adquiriu o objeto em um leilão de forma polêmica.

A bicicleta de Diana

Bicicleta de Diana / Crédito: Divulgação/Burstow e Hewett

 

Anunciada pela casa de leilão Burstow e Hewett, a bicicleta, além de ser uma raridade da década de 1970, tinha grande valor, ainda mais depois da lenda que Diana se tornou após sua morte, em 1997.

A disputa acirrada terminou com Barry Glazer, de 76 anos, adquirindo a peça. O advogado que se intitula ‘anti-monarquista’, conforme repercutiu a Independent UK, tinha motivos diversos para comprar a bicicleta de Lady Di e, um deles, era apontar o racismo na família real britânica.

Por um impressionante valor de 56.532 libras (algo em torno dos 419 mil reais), Glazer comprou o objeto e rapidamente anunciou que ele faria parte de uma exposição nos Estados Unidos sobre “raízes racistas básicas” da monarquia inglesa, segundo afirmou seu escritório de advocacia.

[Colocar ALT]
Detalhes da bicicleta / Crédito: Divulgação/Burstow e Hewett

O evento que estava marcado para acontecer em um prédio relacionado a emancipação de escravos americanos, buscava vincular a supremacia branca com o privilégio de ser um membro real.

“A reivindicação de superioridade da Família Real está enraizada na lógica da supremacia branca”, disse Glazer. "A lógica é a mesma com o racismo - se riqueza, honra e respeito podem ser conquistados pelo mero acidente de nascimento, então certamente as vantagens de ser branco como resultado do mesmo acidente de nascimento podem ser facilmente justificadas".

A suposta obrigação exigência da corte de Elizabeth II para que Diana vendesse a bicicleta tem uma explicação simples, de acordo com Nadge Glazer, esposa do novo proprietário do item: “A família real acha que eles são bons demais para serem associados a este tipo de transporte que as pessoas comuns usam”, falou ela em entrevista ao The Times.

Para o advogado de 76 anos é um absurdo que os americanos dediquem tanta atenção a uma família tão controversa “quando todo o sistema real é baseado nos direitos de nascimento dos privilegiados e todo o argumento da supremacia branca é o direito de nascimento de ser branco”. O homem ainda foi enfático ao alegar que “isso é racismo em sua forma mais verdadeira”.

Embora tenha feito bastante publicidade em torno de seu evento e da compra da bicicleta, Glazer não hesita ao dizer que há 40 anos se dedica a questões sociais. Sem dúvida, esta causa também não podia passar despercebida.


+Saiba mais sobre a família real britânica por meio das obras disponíveis na Amazon

Diana. O Último Amor de Uma Princesa, de Kate Snell (2013) - https://amzn.to/2TgHgPO

The Queen: The Life and Times of Elizabeth II (Edição Inglês), de Catherine Ryan (2018) - https://amzn.to/2RhgNA7

God save the queen - O imaginário da realeza britânica na mídia, de Almeida Vieira e Silva Renato (2015) - https://amzn.to/2xTkiGd

Diana. O Último Amor de Uma Princesa, de Kate Snell (2013) - https://amzn.to/2TgHgPO

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7