Curiosidades » Personagem

Traições e má reputação: 5 polêmicas sobre a vida íntima de Carlota Joaquina

Ao se casar com Dom João aos dez anos de idade, a mulher se tornou objeto de ódio para o conservadorismo português

Isabela Barreiros Publicado em 05/08/2020, às 18h07

Retrado de Carlota Joaquina
Retrado de Carlota Joaquina - Getty Images

1. Casamento precoce

Retrato oficial do casal Carlota e João / Crédito: Wikimedia Commons

 

As obrigações reais chegaram cedo para a pequena Carlota. Com apenas dez anos, ela teve de se casar com Infante português Dom João, que, na época, já havia atingido a maioridade, com 18 anos. Filha do herdeiro do trono espanhol, Carlos IV, a menina logo teve a infância destruída para cumprir com seu dever de realeza.

Na época, a Espanha queria se aliançar a Portugal, sendo o casamento um acordo diplomático entre os dois países. A união da garota com o príncipe era a representação do contato entre as Coroas Ibéricas. A cerimônia inicial, meramente representativa, ocorreu em Madri, em 1783.

De fato, ela não tinha muita escolha. Já na festa de bodas, em 9 de junho de 1775, foi possível perceber que a união do casal seria turbulenta. Conta-se que, naquele dia, com seu temperamento forte, Carlota teria dado uma dentada em seu — há pouco — marido. Era apenas um gostinho do que seria o casamento arranjado.


2. Traições

A união entre Carlota e Dom João foi um fracasso completo: os dois nem ao menos se gostavam. E, entre as nove gestações da rainha, existiram inúmeras suposições de adultério, tanto pelo lado da mulher quanto pelo de seu marido. Esses rumores fizeram com que alguns dos filhos viessem a ter sua paternidade questionada.

No livro D. João VI (2008), Jorge Pedreira e Fernando Dores Costa relataram que seis dos nove filhos podem não ter sido legítimos, mas sim fruto de traições. "Parece que D. Pedro, D. Isabel Maria eram indubitavelmente seus. D. Ana é talvez o primeiro fruto de João dos Santos [um jardineiro]. D. Maria Francisca é filha de Luiz da Motta Feo", escreveram.

Os autores ainda alegam que é provável que D. Miguel não tenha sido herdeiro legítimo, filho de D. João. Eles acreditam que, na verdade, ele é filho do Marquês de Marialva. D. Maria da Assunção, por sua vez, seria fruto de uma relação de Carlota com João dos Santos. No entanto, para o restante dos herdeiros, não é possível afirmar com certeza quem era o pai.


3. Reputação

Retrato de Carlota Joaquina / Crédito: Wikimedia Commons 

 

É claro que as constantes traições — vindas por parte de uma mulher — não eram bem vistas pela sociedade portuguesa. Inteligente, livre e nada submissa, a mulher passou a receber represálias da corte portuguesa, que a considerava promíscua.

Mas além disso, ela era muito criticada por supostamente interferir nas decisões do marido, influenciando-o mais do que seria aceito pelo conservadorismo de Portugal. A criação mais liberal dada pelo rei espanhol Carlos III à Carlota fez com que ela fosse incompatível com a corte do outro país ibérico.

Ela havia aprendido artes e também a agir independentemente, o que causou um choque quando chegou em Lisboa em 1785 e continuou ao longo de seu casamento. A relação de Carlota e Portugal também era de desgosto: ela passou a receber o apelido infeliz de "megera de Queluz".


4. Excessos

As traições e o preconceito com o fato de ela ser uma mulher não submissa fizeram com que Carlota tivesse uma reputação de — quase — uma ninfomaníaca. A influência do clero português, que condenava as atitudes carnais, mostrou-se atuante na visão da corte sobre a rainha.

Se ela e Dom João ficavam cada vez mais distantes em seu casamento, encontrando-se apenas devido a obrigações protocolares, durante reuniões oficiais, e o conservadorismo seguia atuando na mente de Dom João, o número de filhos continuava aumentando.

Mas, além destes, outros excessos também marcaram a vida de Carlota. Pelo que se conta, ela foi a responsável por criar a caipirinha, bebida alcoólica tão famosa no Brasil, indicando que seus súditos misturassem frutas com cachaça, para fazer compotas. A mulher chegava a ingerir, sozinha 20 litros por dia do coquetel de lima, açúcar e cachaça.


5. Final da vida

Retrato de Carlota Joaquina, do Museu Imperial de Petrópolis / Crédito: Wikimedia Commons 

 

Não foi apenas uma vez que Carlota tentou tomar o poder. Agindo em conspirações contra seu marido, que considerava inapto, a mulher agiu em diversas movimentações obscuras, unindo-se a intrigas do interior da corte para, enfim, acabar com sua sede pelo trono. Mas a verdade é que isso nunca chegou perto de acontecer.

Em 1820, com a Revolução do Porto, ela ainda não tinha desistido de seu objetivo. Tentou se articular o filho Dom Miguel em favor dos conservadores absolutistas, que eram o grupo opositor a Dom João VI, mas desgastou a relação com seus aliados e acabou sozinha.

Sozinha nas movimentações políticas e também na vida. Carlota começou a se distanciar de todos, até mesmo de Miguel, gradativamente isolando-se no Palácio de Queluz. Acometida pela depressão, morreu aos 54 anos, em 1830. A teoria de que a morte foi causada por um suicídio, com a ingestão de veneno, ainda é uma das principais para explicar o óbito da rainha.


+ Saiba mais sobre personagens da família imperial através das obras disponíveis na Amazon:

D. Leopoldina: a história não contada: A mulher que arquitetou a independência do brasil, de Paulo Rezzutti (2017) - https://amzn.to/38D5NUA

A carne e o sangue: A Imperatriz D. Leopoldina, D. Pedro I e Domitila, a Marquesa de Santos, de Mary del Priore (2012) - https://amzn.to/2PjUFEL

Imperatriz No Fim Do Mundo: Memorias Dubias De Amelia De Leuchtemberg, de Ivanir Calado (1992) - https://amzn.to/2rzkLur

D. Pedro - A História não Contada, de Paulo Rezzutti (2015) - https://amzn.to/38zYld4

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W