Curiosidades » Personagem

A triste saga dos leões mantidos em cativeiro na República Tcheca

O caso de Michal Prasek repercutiu ao redor do mundo quando seu caso se tornou público depois de uma tragédia

Caio Tortamano Publicado em 07/05/2020, às 17h00

Michal Prasek com seu leão macho
Michal Prasek com seu leão macho - Divulgação

A série Tiger King, da Netflix, que apresenta a vida de um excêntrico — por assim dizer — cuidador de tigres em sua própria casa trouxe luz ao abrangente mercado de animais exóticos presentes nos Estados Unidos e no mundo, e as consequências que isso pode trazer aos proprietários dessas espécies.

Não foi o caso do protagonista da série, mas lidar com felinos ferozes pode acarretar na morte de uma pessoa, que foi o que aconteceu com um homem na República Tcheca. Michal Prasek tinha 33 anos quando foi encontrado dilacerado no quintal de sua casa na cidade de Zechov.

Leões

A causa da morte era bem clara — e os vizinhos já esperavam. Em 2016, quando Michal apareceu com um leão adulto de seis anos em casa as pessoas que moravam ao lado do tcheco se preocuparam imensamente.

A preocupação só não foi maior quando ele chegou em casa, por volta de um ano depois, com uma leoa. A intenção de Prasek era de que os animais procriassem. Para que vivessem relativamente em segurança, o proprietário do casal construiu ele próprio as jaulas que ficavam no quintal da residência em que morava com a família.

Os vizinhos chamaram as autoridades para que pudessem intervir na criação dos felinos, mas foi em vão. Legalmente, não havia nenhuma razão para que o homem fosse forçado a abandonar a ideia. Porém, a construção das jaulas em seu quintal poderia ter sua licença negada, e foi exatamente o que aconteceu.

Com isso, Prasek foi multado por criação ilegal de animais. O próximo passo seria retirar o casal de leões de sua casa, mas ele simplesmente recusou a entrada de qualquer autoridade em sua residência, e como não havia nem relatos e evidências de maus tratos, nem uma instalação alternativa para deixar os felinos, a situação foi mantida do jeito que estava.

Passeios

O homem não se contentava em manter os animais em cativeiro no seu quintal, mas também passeava — com a leoa especificamente — usando uma corrente como guia. O caso dos leões ganhou nova noticiabilidade depois que um ciclista colidiu com a fêmea enquanto ela passeava.

Em março de 2019, o pai de Michal deu pela falta de seu filho e foi ver se estava tudo bem com ele. O que ele encontrou  no quintal foi um corpo dilacerado junto com o leão macho. O defunto e o animal estavam trancados por dentro.

A imprudência do homem em criar animais desse porte foi determinante para o fim da vida não somente dele, bem como o dos felinos, que foram mortos a tiros pela polícia como única forma de retirar o corpo do rapaz da jaula. Um veículo de imprensa da República Tcheca noticiou na época das mortes que a fêmea havia morrido ainda grávida.


+Saiba mais sobre o assunto por meio das obras disponíveis na Amazon:
 
Tráfico de animales, de Andrés M. Estrada, Enrique Alvarado e Alejandro Melgoza ( 2018) - https://amzn.to/2WTKPgX
 
O Brasil na Rota do Tráfico Internacional de Animais Silvestres, de Carlos Magno Abreu (2008) - https://amzn.to/2QTKd7m
 
História da Amazônia: Do período pré-colombiano aos desafios do século XXI, de Márcio Souza ( 2019) - https://amzn.to/33Y85f2
 

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/3b6Kk7du