Coronavírus » República Tcheca

Covid-19: Cantora morre após se contaminar de propósito

Hana Horka tinha 57 anos; o caso aconteceu na República Tcheca

Penélope Coelho Publicado em 19/01/2022, às 07h26 - Atualizado às 08h20

A cantora tcheca Hana Horka
A cantora tcheca Hana Horka - Divulgação/Facebook/Asonance

A cantora Hana Horka, da República Tcheca, faleceu no último domingo, 16, aos 57 anos de idade, por complicações causadas pelo novo coronavírus. A artista do grupo Asonance era contra a imunização.

Segundo o filho da cantora, Jan Rek, sua mãe era antivacina e decidiu se contaminar por vontade própria a fim de obter o passaporte da vacinação e contrair anticorpos.

De acordo com informações publicadas na última terça-feira, 18, pela agência de notícias RFI, o homem revelou que ele e o pai estão completamente vacinados e tentaram convencer a mulher a fazer o mesmo, sem sucesso.

Jan afirmou que ele e o pai contraíram Covid-19 no final do ano passado e, com isso, Horka tomou uma decisão:

"Ela preferiu viver normalmente conosco e pegar a doença para não ter que se vacinar. É triste que ela quis mais acreditar em estranhos do que em sua própria família".

Nas redes sociais, a artista chegou a comemorar a contaminação. Para Rek, o movimento antivacina é o principal culpado pela morte da mãe.

"Minha mãe não foi apenas alvo de uma desinformação total, mas também acreditava em opiniões sobre a imunidade natural e anticorpos que criaria quando pegasse a doença", finalizou.