Coronavírus » Pandemia

Em Israel, primeira morte confirmada pelo coronavírus é de sobrevivente do Holocausto

Até o momento, o país contabiliza mais de mil casos confirmados

Caio Tortamano Publicado em 24/03/2020, às 19h00

O sobrevivente do holocausto Aryeh Even
O sobrevivente do holocausto Aryeh Even - Reprodução/ YouTube

Em Israel, a primeira morte decorrente do novo coronavírus foi de um homem de 80 anos, Aryeh Even. Após o óbito, foi noticiado que Even era um sobrevivente do holocausto.

Nascido em Budapeste, na Hungria, Even teve seu pai morto em um campo de concentração e sua família teve que buscar ajuda com um diplomata suíço, que conseguiu encaminhar ele e seus entes queridos para Israel. Em vida, teve 4 filhos e 18 netos. 

Alguns protocolos já foram alterados no país para que a disseminação do covid-19 não inicie o caos no país. Os funerais, por exemplo, foram limitados a 20 pessoas, e elas tem que manter distância suficiente umas das outras para evitar a contaminação. Rituais que envolvem os falecidos também sofreram alterações drásticas.

No país já foram registrados mais de mil casos confirmados de coronavírus e três mortes, a primeira sendo do sobrevivente. Ao redor do mundo, 416 mil casos foram confirmados, e quase 20 mil pessoas já morreram. O país com mais mortes até o momento é a Itália, com 6820 óbitos confirmados.