Notícias » Argentina

Argentina se mostra preocupada com presença de submarino nuclear americano no Atlântico Sul

Expressando "grave preocupação", o governo sul-americano publicou declaração em que diz que EUA violou resoluções da ONU

Alana Sousa Publicado em 13/02/2021, às 09h45

Imagem do submarino que causou debate entre EUA e Argentina
Imagem do submarino que causou debate entre EUA e Argentina - Divulgação/Twitter/Commander, Submarine Forces Atlantic

Na última sexta-feira, 12, a Argentina e os Estados Unidos se envolveram uma desavença que causou polêmica e preocupação para o governo do país sul-americano. O motivo foi a passagem de um submarino nuclear. A informação foi divulgada pelo portal G1.

Ainda na quinta-feira, 11, as forças militares americanas postaram na rede social Twitter, a notícia de que a embarcação passaria pelo Atlântico Sul, bem próximo as Ilhas Malvinas. Rapidamente, o governo argentino reivindicou a soberania da região. A disputa é antiga, na década de 80, o Reino Unido e a Argentina disputaram o domínio das ilhas; até hoje o assunto é delicado entre os países.

Em declaração, o governo sul-americano se disse preocupado com a presença do submarino estrangeiro em seu território. “Não é a primeira vez que a Argentina marcou por outra parte a presença de uma base militar britânica nas Ilhas Malvinas, o que também é contrário a diferentes resoluções das Nações Unidas”, alega a Chancelaria do país.

Descrevendo como “grave preocupação”, o comunicado ainda enfatiza que a ação dos EUA vai contra as resoluções da ONU e acordos nucleares. O Ministro da Defesa, Agustín Rossi, continuará investigando o caso.