Notícias » Personagem

Arquivos sobre a morte de Kurt Cobain pertencentes ao FBI são revelados

Um documento com dez páginas foi divulgado pela agência na semana passada. Confira o conteúdo!

Giovanna Gomes, sob supervisão de Fabio Previdelli Publicado em 16/05/2021, às 09h00

Kurt Cobain
Kurt Cobain - Getty Images

O FBI divulgou, na semana passada, arquivos sobre a morte de Kurt Cobain, músico que ficou conhecido mundialmente por ser vocalista da banda Nirvana. De acordo com o Portal Rap Mais, o documento de 10 páginas contém comunicações de membros da agência federal com fãs que perguntam se o órgão pode reabrir o caso.

“Eu só desejo receber justiça e para outros que amavam este homem tanto quanto eu. Esse homem era Kurt Cobain, pertencente a uma banda chamada Nirvana, e foi originalmente considerado e ainda aceito como verdade que ele cometeu suicídio”, diz uma cartas do ano de 2007. “Desde então, foram encontradas evidências de que ele foi morto e não cometeu suicídio como se pensava inicialmente.”

Outras cartas consideraram a conclusão de que se tratou de suicídio como um “julgamento rápido”. A resposta do FBI para muitos desses escritos dizia que eles não poderiam se envolver no caso a menos que uma lei federal fosse violada.

“Agradecemos sua preocupação com o fato de o Sr. Cobain ter sido vítima de um homicídio. No entanto, a maioria das investigações de homicídio geralmente está sob a jurisdição das autoridades estaduais e locais”, respondeu um dos profissionais. “Com base nas informações que você forneceu, não podemos identificar qualquer violação da lei federal dentro da jurisdição investigativa do FBI”, finalizou.