Notícias » Arqueologia

"Descoberta espetacular": Sarcófago do século 6 é descoberto em vila romana na Espanha

O caixão de 2 metros foi encontrado durante escavações da Universidade de Murcia

Alana Sousa Publicado em 28/07/2021, às 11h55

Imagem do sarcófago removendo o sarcófago na Espanha
Imagem do sarcófago removendo o sarcófago na Espanha - Divulgação/Universidade de Murcia

Nas ruínas da vila romana de Los Villaricos, na Espanha, pesquisadores da Universidade de Murcia encontraram um sarcófago bem preservado que remonta ao século 6. As informações foram repercutidas pela revista Smithsonian.

Ornamentado com folhas de hera e padrões geométricos, o caixão mede dois metros de comprimento e foi achado em uma região abandonada pelo Império Romano, reaproveitada por tribos germânicas.

“A campanha deste ano foi focada em terminar a escavação dos últimos três túmulos na necrópole e continuar com os trabalhos de escavação do complexo localizado ao norte da cidade”, afirmou o arqueólogo Rafael González Fernández ao National Geographic.

O estudioso ainda enfatizou que “não esperávamos esta descoberta espetacular”, ao London Times.

“Este sarcófago… mostra o poder arqueológico de [Los Villaricos] e confirma nosso compromisso com a Universidade de Murcia”, afirmou o vereador Diego J. Boluda à National Geographic. O político complementou dizendo que a descoberta deverá ser exposta no Museu da Cidade de Mula no futuro.

Sobre arqueologia

Descobertas arqueológicas milenares sempre impressionam, pois, além de revelar objetos inestimáveis, elas também, de certa forma, nos ensinam sobre como tal sociedade estudada se desenvolveu e se consolidou ao longo da história. 

Sem dúvida nenhuma, uma das que mais chamam a atenção ainda hoje é a dos egípcios antigos. Permeados por crendices em supostas maldições e pela completa admiração em grandes figuras como Cleópatra e Tutancâmon, o Egito gera curiosidade por ser berço de uma das civilizações que foram uma das bases da história humana e, principalmente, pelos diversos achados de pesquisadores e arqueólogos nas últimas décadas.