Notícias » Brasil

Ex-aliado de Bolsonaro fala sobre o presidente: 'Está à beira de um ataque de nervos'

Em entrevista à Folha de São Paulo, o executivo Paulo Marinho deu sua opinião a respeito da CPI da Covid e o futuro do presidente

Redação Publicado em 14/07/2021, às 14h25

Fotografia de Paulo Marinho em 2020
Fotografia de Paulo Marinho em 2020 - Wikimedia Commons / Mrs Ribeiro

Segundo divulgado pela Folha de São Paulo nesta quarta-feira, 14, o empresário e político Paulo Marinho (PSDB), que durante o período de campanha de Jair Bolsonaro foi um de seus principais aliados, falou recentemente sobre a maneira como o presidente tem lidado com as investigações realizadas pela chamada CPI da Covid-19

“Conheço a peça. O capitão Bolsonaro está à beira de um ataque de nervos”, afirmou Marinho a respeito das suspeitas de desvio de dinheiro durante a compra da vacina Covaxin. 

“O capitão Bolsonaro vai enfrentar a Justiça. E arrisco dizer que vai ser preso pelos crimes que já cometeu e ainda vai cometer até o fim do mandato”, completou ainda o executivo, que fez a previsão de que o presidente acabará atrás das grades caso não consiga ganhar as eleições de 2022

Ainda de acordo com a Folha, uma das conjecturas do empresário diz respeito à uma tentativa de golpe ante o fortalecimento da possibilidade de derrota na próxima corrida presidencial. 

“O capitão vai tentar dar um golpe com as milícias que é o grupo que o acompanha desde o início de sua vida política. Graças a Deus, esse grupo não tem tamanho para mudar a história da democracia brasileira. Ele acha que tem. Mas não tem”, concluiu Marinho ao veículo.