Notícias » Entretenimento

Filme de Lázaro Ramos enfrenta entraves com Ancine

Assim como 'Marighella', 'Medida Provisória' vive crise com a agência para poder entrar em cartaz

Isabela Barreiros Publicado em 07/12/2021, às 11h30

Alfred Enoch, Taís Araújo e Seu Jorge em "Medida Provisória"
Alfred Enoch, Taís Araújo e Seu Jorge em "Medida Provisória" - Divulgação/Globo Filmes

O filme 'Medida Provisória, que marca a estreia de Lázaro Ramos na direção, está vivendo uma crise com a Agência Nacional do Cinema (Ancine).

O caso  lembra a situação enfrentada pelo longa-metragem de Wagner Moura, 'Marighella', que estreou nos cinemas brasileiros em 4 de novembro após uma demora na liberação de seu lançamento em território nacional.

A produção de Ramos está na programação do Festival do Rio 2021, que deve contar com sua primeira exibição no próximo dia 15, mas será apenas pontual. Em nota, a assessoria de imprensa informou que 'Medida Provisória' está tendo seu lançamento impossibilitado pela Ancine apesar dos recursos submetidos ao órgão.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Trigo Agência de Ideias 💡 (@trigopress)

 

“Ao longo de mais de um ano foram trocados com a agência dezenas de e-mails, checados o recebimento e andamento de protocolos, bem como foram realizadas consultas processuais”, diz o comunicado.

“Especificamente no dia 21/10/2021, a pouco mais de um mês da previsão de estreia inicial, foi ainda enviada uma carta com questionamento formal à Ancine, via protocolo e copiando setores envolvidos nesta análise. O recebimento desta comunicação foi confirmado, mas não houve manifestação por partes de outros setores”, continua.

Ainda segundo a nota, a assessoria não obteve retorno da agência desde novembro de 2020, “um ano antes de sua previsão inicial de estreia, que seria realizada no último mês de novembro”, segundo informações do jornal O Globo.

O longa-metragem é baseado na obra teatral "Namíbia, não!" (2011) de Aldri Anunciação e se passa em um futuro distópico, em que um governo autoritário obriga todos os negros do país a retornarem à África. No elenco, estão nomes como Taís Araújo, Seu Jorge, Flavio Bauraqui, Emicida, Renata Sorrah, Adriana Esteves e Alfred Enoch.

A Ancine se justificou sobre os atrasos da definição da data de lançamento do filme por meio de nota:

"A Ancine informa que o filme 'Medida Provisória' recebeu para a sua produção o valor total de R$ 2,7 milhões, por meio do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA). Atualmente o projeto encontra-se na fase de análise do pedido de investimento para a sua distribuição em salas de cinema. O investimento em distribuição é uma opção do fundo para aumento da sua rentabilidade, a ser decidido após conclusão da análise técnica. O projeto, portanto, segue o trâmite normal no âmbito da agência."