Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Arqueologia

'Fliperama' neolítico: Antigos jogos de tabuleiro são descobertos no Quênia

Antigo conjunto de jogos de tabuleiro foi encontrado talhado em rocha nas terras altas do Quênia; local revelou também 19 túmulos

Éric Moreira Publicado em 06/02/2024, às 10h40

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Antigo jogo encontrado talhado em rocha no Quênia - Divulgação/Veronica Waweru
Antigo jogo encontrado talhado em rocha no Quênia - Divulgação/Veronica Waweru

Recentemente, foram descobertos nas terras altas do Quênia vestígios milenares de humanos que viveram na região milênos atrás. Entre eles, estão 19 sepulturas e, mais impressionante, uma espécie de "fliperama" com jogos de tabuleiro antigos.

Conforme repercutido pelo Heritage Daily, a descoberta foi feita por Veronica Waweru, arqueóloga da Universidade de Yale, depois de uma denúncia de que turistas vinham removendo machados de mão pré-históricos de um local que era parte de uma reserva privada de vida selvagem. Quando chegou no local, a pesquisadora descobriu o conjunto de jogos de tabuleiro esculpidos diretamente em uma saliência rochosa.

É um vale cheio desses tabuleiros de jogo, como um antigo fliperama. Dada a erosão de alguns tabuleiros, acredito que as pessoas jogavam lá há muito tempo", informa a arqueóloga em comunicado.

O jogo em questão, vale mencionar, parece ser inspirado no mancala, um jogo de estratégia em turnos cujo objetivo é capturar mais peças que o oponente. As primeiras versões desta fonte de entretenimento chamam atenção por serem extremamente antigas, tendo sido encontradas em assentamentos Aksumitas ao longo da África Oriental no século 8 d.C., além de regiões do Antigo Egito e do Período Romano.

+ Passatempos de 3 milênios atrás: Os jogos de tabuleiro do Antigo Egito

Segundo o Savannah African Art Museum, o exemplo mais antigo de placa de mancala remonta ao período entre 6.110 a.C. e 5.630 a.C., tendo sido encontrado no sítio neolítico de ʿAin Ghazal, na Jordânia. A idade dos achados recentes, no entanto, ainda é um desafio de se determinar, visto que estão esculpidos em rochas de 400 milhões de anos e não possuem nenhum material orgânico que permita sua datação.

Outros achados

Além dos jogos de tabuleiro, no local também foram encontrados 19 túmulos construídos por antigas comunidades de pastores que habitaram a região há cerca de 5 mil anos. Vale mencionar também que, na superfície rochosa em torno dos tabuleiros, há indícios de afiação de facas, o que também sugere que estes indivíduos participariam de atividades de banquete e açougue no local. 

Agora, Veronica Waweru e sua equipe de investigação esperam financiamento para estudar o local — que fica localizado próximo à Linha do Equador no Quênia, nas terras altas centrais —, mais profundamente.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!