Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Tiroteio escolar

Garoto de 6 anos atira contra professora nos Estados Unidos

O menino foi preso após o episódio, ocorrido na última sexta-feira, 6. Entenda!

Ingredi Brunato Publicado em 07/01/2023, às 10h04

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Fotografia meramente ilustrativa - Divulgação/ Freepik/ Licença livre
Fotografia meramente ilustrativa - Divulgação/ Freepik/ Licença livre

A onda de violência armada vivida pelos Estados Unidos gerou inúmeras manchetes ao longo de 2022, com tiroteios sangrentos ocorrendo em escolas, supermercados, hospitais e muitos outros lugares. 

Infelizmente, os crimes com uso de armas de fogo no território norte-americano não parecem dar sinais de que vão diminuir neste ano: isso pois um dos mais recentes episódios ocorreu ainda na última sexta-feira, 6, sendo protagonizado por ninguém menos que um garotinho de 6 anos. 

O menino, que não teve sua identidade divulgada, foi para a escola armado e abriu fogo contra sua professora. Nenhum aluno foi ferido, porém a educadora está lutando pela sua vida no hospital, conforme informado pela revista People. 

A criança, por sua vez, permanece sob custódia policial enquanto as autoridades iniciam uma investigação para entender o que aconteceu. Uma das certezas iniciais, vale mencionar, é que "não foi um tiro acidental", de acordo com o chefe de polícia local. 

Desânimo

Em uma entrevista coletiva também repercutida pela People, George Parker, o Superintendente das Escolas Públicas da região, relatou sentir desânimo em relação à situação: 

"Estou em choque e desanimado. Precisamos educar nossos filhos e precisamos mantê-los seguros", declarou o homem, lamentando o fato que nem ele e nem "seus professores" conseguiam "controlar o acesso a armas". 

Hoje nossos alunos tiveram uma aula sobre violência armada e o que as armas podem fazer para perturbar não apenas um ambiente educacional, mas também uma família, uma comunidade", acrescentou Parker ainda. 

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!