Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Paleontologia

A incrível análise do fóssil de um rinoceronte que viveu há 14 milhões de anos

É a primeira vez que cientistas encontram um fóssil tão antigo desta espécie de animal no Leste Asiático — o que pode ajudar a reconstruir sua evolução

Redação Publicado em 20/12/2023, às 11h31

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Fotografia dos dentes do rinoceronte fossilizado - Divulgação/ Chinese Academy of Sciences
Fotografia dos dentes do rinoceronte fossilizado - Divulgação/ Chinese Academy of Sciences

Na China, um time de pesquisadores encontrou o fóssil de um rinoceronte que data de 14 milhões de anos atrás, sendo o mais antigo já encontrado no Leste Asiático, assim ajudando a montar o quebra-cabeça da trajetória histórica do mamífero pela Eurásia. 

Através de uma análise filogenética, eles descobriram que o animal era derivado do grupo de espécies Prosantorhinus (hoje extinto) composto por rinocerontes de membros encurtados. Descendentes destes animais são muito comuns na Europa atualmente, porém também existem exemplos na Ásia. 

Até aqui, porém, a paleontologia possuía vestígios fósseis muito limitados desta migração, o que ajuda a contextualizar a importância da nova evidência. 

Rinoceronte 

A espécie fossilizada, que nunca havia sido registrada antes, foi nomeada pela equipe do Instituto de Paleontologia e Paleoantropologia de Vertebrados da Academia Chinesa de Ciências como Prosantorhinus yei sp. nov. Suas características principais são ossos nasais de grande espessura e um pequeno chifre no topo do crânio. 

Conforme repercutiu o portal CGTN, os antigos rinocerontes aparentemente não encontraram grandes obstáculos ecológicos e geográficos na Eurásia, dado que foram capazes de se espalhar por todo o território e prosperar até os dias atuais. 

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!