Notícias » Arqueologia

Mais antiga impressão em selo de argila é encontrada em Israel

Um professor pagou tão pouco no objeto que pensou que ele fosse falso, mas não poderia estar mais errado: além de ter mais de 2 mil anos, ele também tinha origens reais

Isabela Barreiros Publicado em 12/12/2020, às 11h22

O selo mais antigo já descoberto em Israel
O selo mais antigo já descoberto em Israel - Divulgação - Universidade Ben-Gurion do Negev

Há quase 40 anos, o professor Yigal Ronen, da Universidade Ben-Gurion do Negev (BGU), comprou um antigo selo em um mercado beduíno em Beersheba, em Israel. Ele pagou muito pouco e, por isso, acreditava que o item era falso. Mas não poderia estar mais errado em sua análise.

Depois de anos de estudo no objeto, pesquisadores agora afirmam que aquele é a mais antiga impressão feita em um selo de argila já encontrada na região. Para os arqueólogos, o selo encontrado há décadas pelo professor foi um dos primeiros a serem produzidos daquela maneira.

Afirmado como “o selo mais antigo descoberto em Israel”, acredita-se que o item remonte à Idade do Ferro, tendo pelo menos 2.300 anos de idade. Ele é muito pequeno, medindo apenas 23,4 milímetros por 19,3 mm. 

Além de ser excepcionalmente antigo, os especialistas também afirmaram que é muito provável que o selo tenha origens reais. Eles supõem que o item foi usado durante o reinado do rei israelita Jeroboão II.

Sobre arqueologia

Descobertas arqueológicas milenares sempre impressionam, pois, além de revelar objetos inestimáveis, elas também, de certa forma, nos ensinam sobre como tal sociedade estudada se desenvolveu e se consolidou ao longo da história. 

Sem dúvida nenhuma, uma das que mais chamam a atenção ainda hoje é a dos egípcios antigos. Permeados por crendices em supostas maldições e pela completa admiração em grandes figuras como Cleópatra e Tutancâmon, o Egito gera curiosidade por ser berço de uma das civilizações que foram uma das bases da história humana e, principalmente, pelos diversos achados de pesquisadores e arqueólogos nas últimas décadas.