Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / McDonald’s

McDonald’s planeja usar IA para oferecer ‘alimentos mais frescos e quentes’

Anúncio foi feito diante da recém-parceria firmada entre a gigante rede de fast-food e o Google; que levará soluções de computação para a cozinha

Fabio Previdelli

por Fabio Previdelli

fprevidelli_colab@caras.com.br

Publicado em 07/12/2023, às 13h31

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Imagem ilustrativa - Pixabay
Imagem ilustrativa - Pixabay

Em breve, o hambúrguer daquela sua rede de fast-food favorita poderá ser feito por um robô. A ideia pode até não parecer tão atrativa assim, mas a inovação promete resultar em "alimentos mais frescos e quentes" para os clientes. 

Quem garantiu isso foi Brian Rice, vice-presidente-executivo do McDonald’s, que falou sobre a parceria entre a gigante do fast-food e o Google para levar soluções de computação em nuvem e Inteligência Artificial para a cozinha.

+ Homem alveja funcionário do McDonald’s após receber comida fria

Embora ainda não existam robôs operando as churrasqueiras, inúmeros restaurantes em breve serão alimentados por computação de alta potência. A mudança, segundo Rice, significa que "as ferramentas ficam mais nítidas, os modelos ficam mais inteligentes, os restaurantes ficam mais fáceis de operar".

E, o mais importante, a experiência geral para nossos clientes e equipe fica ainda melhor", repercute o Daily Mail. 

Hambúrguer programável?

Em comunicado divulgado ontem, 6, o McDonald's anunciou que planeja fazer uso do hardware, dados e tecnologias de IA de computação em nuvem do Google. Entretanto, ainda não está claro como isso será implementado, mas a empresa apontou que a mudança se concentrará em liberar tempo para seus funcionários.

O anúncio afirma que as novas ferramentas de IA irão "trazer novos insights sobre o desempenho dos equipamentos, implementar soluções que reduzam as interrupções nos negócios e diminuam a complexidade para os funcionários e para as equipes de restaurantes".

O McDonald's, entretanto, não abordou como essas mudanças podem afetar sua equipe humana. A gigante do fast-food também deu a entender que usará a tecnologia do Google para fazer melhor uso dos dados dos clientes.

+ Último hambúrguer vendido no McDonald’s da Islândia permanece intacto após uma década

A empresa anunciou que iria implantar um novo 'software universal' para todas as plataformas digitais de clientes e restaurantes do McDonald's — que incluem desde o aplicativo móvel de fidelidade até os quiosques de autoatendimento nas lojas. 

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!