Notícias » Curiosidades

Mulher mais alta do mundo conquista outras três marcas no Guinness Book

Rumeysa Gelgi foi reconhecida pela altura de 2,15 m em outubro do ano passado e continua faturando recordes

Isabela Barreiros Publicado em 05/05/2022, às 10h00

Rumeysa Gelgi, a mulher mais alta do mundo
Rumeysa Gelgi, a mulher mais alta do mundo - Divulgação/Instagram/@rumeysagelgi

Reconhecida como a mulher mais alta do mundo pelo Guinness Book em outubro do ano passado por sua altura de 2,15m, Rumeysa Gelgi, de 25 anos, continua conquistando mais recordes na publicação — três delas divulgadas na última semana.

A turca agora é considerada a mulher com maiores medidas de mãos, dedos e costas. Os dedos dela medem 11,2 cm; as mãos, 24,26 cm na esquerda e 24,93 cm na direita; e as costas são as mais largas entre as mulheres, com 59,90 cm.

Com quatro recordes confirmados pelo Guinness World Records, a mulher sofre de uma condição conhecida como síndrome de Weaver. Trata-se de uma mutação genética extremamente rara que causa o crescimento excessivo e avanço na idade óssea.

A condição, porém, pode trazer uma mobilidade limitada, instabilidades ao andar, assim como dificuldades para comer ou respirar. Rumeysa, por exemplo, precisa de uma cadeira de rodas na maior parte do tempo, mas também pode usar um andador por períodos mais curtos pela vulnerabilidade física.

No Instagram, como repercutido pelo UOL, a mulher escreveu sobre sua síndrome: "Eu gosto de ser diferente de todos os outros. Isso também me dá acesso fácil a lugares altos, e olhar para as pessoas de cima também não é uma coisa ruim".

"Eu nasci com extrema singularidade física e queria ter o máximo dos meus membros enormes reconhecidos e celebrados, esperando inspirar e encorajar outras pessoas com diferenças visíveis a fazer a mesma coisa e serem elas mesmas", acrescentou.