Notícias » Arqueologia

Museu turco exibe medalhão de ouro de 1500 anos

O raro artefato traz uma representação instigante de Jesus Cristo carregando uma Bíblia

Alana Sousa Publicado em 03/05/2021, às 11h50 - Atualizado às 19h41

Imagem do medalhão de ouro
Imagem do medalhão de ouro - Divulgação/Museu Corum

Um artefato valioso, encontrado em 2017 em escavações ilegais está sendo exposto em um dos mais importantes museus da Turquia. Nomeado, ‘Christ Pantocrator Medallion’, o medalhão de ouro é uma das atrações principais do Museu Corum.

O objeto de 1.500 anos apresenta Jesus Cristo com uma bíblia na mão, e é descrito por arqueólogos como “único”. Suas características e detalhes ricos, lhe renderam uma vitrine especial no inventário da instituição.

O arqueólogo Resul Ibis, que analisou o medalhão, comentou sobre a descoberta e sua importância em entrevista à agência Anadolu. “O artefato representa Jesus Cristo segurando a Bíblia em sua mão esquerda e levantando sua mão direita em bênção”.

O pesquisador ainda acrescentou que “esta representação, que costumamos ver em igrejas, ícones e mosaicos, está pela primeira vez em uma moeda de ouro, gravada em pedra najaf em uma filigrana de ouro”.

Para o arqueólogo, o artefato era uma forma de adorar as figuras sagradas, mantendo viva a memória de símbolos religiosos e uma estratégia poderosa na conversão de pessoas pagãs.

Sobre arqueologia

Descobertas arqueológicas milenares sempre impressionam, pois, além de revelar objetos inestimáveis, elas também, de certa forma, nos ensinam sobre como tal sociedade estudada se desenvolveu e se consolidou ao longo da história. 

Sem dúvida nenhuma, uma das que mais chamam a atenção ainda hoje é a dos egípcios antigos. Permeados por crendices em supostas maldições e pela completa admiração em grandes figuras como Cleópatra e Tutancâmon, o Egito gera curiosidade por ser berço de uma das civilizações que foram uma das bases da história humana e, principalmente, pelos diversos achados de pesquisadores e arqueólogos nas últimas décadas.