Notícias » Brasil

No Distrito Federal, pai é acusado de espancar e manter filho de 6 anos em uma jaula

Após uma denúncia anônima, policiais resgataram o garoto em situação desumana e levaram o criminoso sob custódia

Alana Sousa Publicado em 15/03/2021, às 14h20

Jaula que o garoto eram mantido preso
Jaula que o garoto eram mantido preso - Divulgação/Polícia Militar do Distrito Federal

Na noite do último domingo, a Polícia Militar do Distrito Federal prendeu um homem sob a acusação de manter o próprio filho de seis anos em uma jaula. O caso aconteceu na cidade de Estrutural e foi repercutido pelo portal G1.

Após uma briga com a esposa, o brasileiro de 31 anos teria espancado o filho e o prendido na caçamba de um automóvel, onde fica uma jaula — segundo testemunhas que fizeram a denúncia anônima. Ao chegar à residência, os oficiais encontraram a criança quase sem roupa e com sinais evidentes de agressão física.

“Meu pai bateu em mim com um chicote”, disse o menino no vídeo do resgate, publicado pela PM. O chicote no caso seria um cabo USB, utilizado em celulares e computadores. Ao contar que apanhou, o garoto se vira e mostra as marcas em seu corpo.

O homem foi levado sob custódia e responderá por violência doméstica e lesão corporal. Em comunicado, o delegado Rodrigo Bonach disse: “De regra, situações flagranciais apresentadas à Ceflag [Central de Flagrantes] não retornam à delegacia. Só se determinado pelo Judiciário”. Sendo assim, os desdobramentos do crime serão de responsabilidade do Ministério Público.

Ainda assim, uma fiança de 5 mil reais foi imposta para a soltura do pai criminoso. Sem condições de pagar a quantia, ele segue preso e aguarda julgamento.