Notícias » Coronavírus

Ômicron é possivelmente o vírus de mais rápida propagação já visto

O médico infectologista, Roby Bhattacharyya, divulgou dados alarmantes respeito da nova cepa da Covid-19

Penélope Coelho Publicado em 04/01/2022, às 09h26

Imagem meramente ilustrativa de vírus
Imagem meramente ilustrativa de vírus - Divulgação/Pixabay/visuals3Dde

Na última segunda-feira, 3, o infectologista norte-americano Roby Bhattacharyya, especialista do Hospital Geral de Massachusetts, nos EUA, divulgou dados sobre sua pesquisa a respeito da nova cepa da Covid-19, Ômicron.

Segundo o médico, a variante em questão pode ser o vírus de mais rápida propagação da história. Sabe-se que em decorrência da Ômicron, diversos países enfrentam o aumento de casos do novo coronavírus.

“É uma propagação incrivelmente rápida”, reiterou o médico Bhattacharyya.

De acordo com informações publicadas pela Agência Brasil, o médico realizou um cálculo entre a Ômicron e outro vírus contagioso, o sarampo. Segundo a análise realizada em um cenário sem vacinação, um caso de sarampo pode gerar até outros 15, em 12 dias.

Já no caso da variante, no mesmo período avaliado, seria possível dar origem a outras 216 infecções pelo vírus. Segundo a estimativa, em 35 dias, a nova cepa pode atingir até 280 mil pessoas, enquanto o sarampo afetaria cerca de 2.700.