Notícias » Estados Unidos

Parasita que come língua de peixes e as substitui é encontrado por cientistas nos EUA

Criatura foi descoberta por biólogos na Ilha de Galveston, na costa do Texas

Paola Orlovas, sob supervisão de Isabela Barreiros Publicado em 23/10/2021, às 10h56

Peixe com o parasita substituindo sua língua
Peixe com o parasita substituindo sua língua - Marco Vinci via Wikimedia Commons

Cientistas que trabalhavam com autoridades do Parque Estadual da Ilha de Galveston, na costa texana, encontraram uma criatura estranha dentro da boca de uma corvina, substituindo o que seria sua língua. Trata-se de uma espécie rara de isópode parasita que é conhecida popularmente como "piolho comedor de língua".

Parasitas comuns na região do Golfo do México invadem peixes através das guelras e se fixam na língua dos animais, passando, com o tempo, a tomar lugar do órgão original. Segundo o depoimento do biólogo marinho Kory Evans publicado no UOL, existem várias espécies desse animal pelo mundo e são rastreadas na vida marinha desde os anos 1970.

De acordo com o biólogo, peixes são capazes de manter esses piolhos em suas bocas durante toda a vida, por estes não impedirem que eles se alimentem, mas, quando há mais de um, pode ser perigoso, por não deixar espaço suficiente na cavidade para a alimentação.

Em entrevista, o pesquisador, que estudou diferentes formas em crânios de peixes, explicou como o tempo de vida dos animais marinhos seria diminuído: “Eles basicamente morreriam de fome e teriam apenas algumas semanas de vida”, avisando também que caso um humano tente remover um deles da boca de um animal “estará fazendo um favor a ele".