Matérias » Personagem

10 meses depois e infectado duas vezes: O britânico que acordou do coma sem saber da pandemia

Joseph Flavill sofreu um acidente grave, e acabou ficando inconsciente por boa parte de 2020

Ingredi Brunato, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 06/02/2021, às 18h00

Fotografia de Joseph Flavill
Fotografia de Joseph Flavill - Divulgação

Durante o ano de 2020, não foi incomum ouvir pessoas brincando que gostariam de dormir e apenas acordar quando a pandemia acabasse. Com um jovem do Reino Unido, isso quase aconteceu: Joseph Flavill entrou em coma em março do ano passado, acordando apenas 10 meses depois. 

A experiência do rapaz de 19 anos, todavia, não foi nada agradável. Isso porque ele sofreu um atropelamento, ocasionando um grave trauma craniano - e, por fim, o coma. 

Depois de acordar, o jovem britânico também está experienciando uma recuperação lenta, de forma que ainda enfrenta dificuldades para falar e se mover como antes do acidente. Os problemas do mundo com o coronavírus tampouco chegaram ao fim.

Sua família deu entrevista sobre o caso para o The Guardian, um jornal britânico, em fevereiro de 2021. 

Fotografia de Joseph desacordado / Crédito: Divulgação 

 

Outra realidade 

Até a data da reportagem, os parentes do jovem ainda não tinham falado sobre as transformações passadas pelo mundo nos últimos meses, e quão preocupante a pandemia se tornou ao longo do tempo. 

Quando Joseph foi atropelado, ainda era dia 1 de março, e o Reino Unido não declararia a quarentena até três semanas mais tarde. Dessa forma, a ameaça do vírus ainda era distante, algo que parecia ainda afetar apenas a China e os países vizinhos. 

“Só não sei por onde começar a explicar. Um ano atrás, se alguém tivesse me contado o que iria acontecer no ano passado, acho que não teria acreditado. Não tenho ideia de como Joseph vai entender o que todos nós passamos.”, contou Sally Flavill Smith, que é tia do rapaz, para o veículo inglês. 

Curiosamente, embora o rapaz britânico de 19 anos não saiba sobre o vírus, já foi infectado duas vezes, por conta da exposição aos profissionais de saúde do hospital onde estava sendo mantido. Felizmente, foi capaz de se curar sem maiores complicações. 

Fotografia de Joseph antes do acidente / Crédito: Divulgação 

 

Contato limitado 

A família de Joseph precisou comunicar-se com ele majoritariamente por videochamadas, uma vez que não é recomendável irem até o hospital em meio à pandemia. A mãe do garoto apenas obteve permissão para fazê-lo em uma única ocasião, e apenas porque era aniversário dele. 

“Falamos sobre isso por telefone e tentamos alertá-lo de que realmente queremos estar ali segurando suas mãos, mas simplesmente não podemos fazer isso [por causa de Covid]. Tentamos manter o que dizemos o mais simples possível, porque realmente não temos tempo para entrar na enorme pandemia - simplesmente não parece real, não é? Quando ele finalmente puder ter um contato cara a cara, essa será a oportunidade de realmente tentar explicar a ele o que aconteceu”, relatou ainda Sally ao The Guardian. 

Da última vez que a tia havia entrado em contato com Joseph, ele já era capaz de reagir às palavras dos parentes, sorrindo e movendo-se um pouco.

Conseguia, por exemplo, tocar a orelha esquerda e a direita, mexer suas pernas e piscar em padrões diferentes para responder “sim” ou “não”. Certamente, ainda não era a hora de conceitos complexos, como os efeitos gerados pelo coronavírus no mundo.


+Saiba mais sobre o tema através das obras abaixo, disponíveis na Amazon:

Inimigo Mortal: Nossa Guerra Contra os Germes Assassinos, de Michael T. Osterholm e Mark Olshaker (2020) - https://amzn.to/2YWUowI

O fim está sempre próximo, de Dan Carlin (2020) - https://amzn.to/2zwBqSS

Cambridge - História da Medicina, de Roy Porter (2008) - https://amzn.to/38ZeyHN

Doenças que mudaram a história, de Guido Carlos Levi (2018) - https://amzn.to/33woA1R

A grande mortandade, de John Kelly (2011) - https://amzn.to/2vsqnZa

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W