Matérias » Personagem

De bulimia ao divórcio: Os episódios polêmicos envolvendo a Princesa Diana

A Princesa de Gales entrou para a história por sua personalidade acessível, porém, ao longo da vida, enfrentou algumas polêmicas e até mesmo sua morte é motivo de discussão

Penélope Coelho Publicado em 27/08/2020, às 15h45

Princesa Diana
Princesa Diana - Getty Images

Lady Di foi a primeira esposa do herdeiro do trono britânico, Príncipe Charles, e é uma figura conhecida e comentada até hoje, mesmo após quase 23 anos desde sua trágica morte. Conhecida por seu jeito único, a princesa chamava a atenção em todas as suas atitudes e constantemente era alvo da mídia.

Mesmo fazendo parte da monarquia inglesa, cercada de regras e protocolos, ao longo de sua trajetória Diana não tinha medo de demonstrar sua vulnerabilidade e, por isso, muitas vezes esteve envolvida em algumas polêmicas.

Confira a seguir 5 fatos polêmicos envolvendo Diana Spencer:

Fotografia de Lady Di / Crédito: Getty Images

 

1. Quebras no protocolo

Desde que entrou para a realeza, Diana demonstrou que era diferente e já iniciou sua trajetória na família real mostrando ao que veio. Na ocasião de seu casamento com Charles, Lady Di se recusou a declarar obediência ao marido em seus votos. Por isso, realizou alterações que décadas depois também foram repetidas por seus filhos William e Harry, em seus respectivos casamentos com Kate Middleton e Meghan Markle.

2. Bulimia

No ano de 2017, através do documentário Lady Di: Suas Últimas Palavras, o mundo ficou sabendo que a princesa enfrentou por muitos anos um transtorno alimentar grave, a bulimia, que consiste em episódios de compulsão com objetivo de perder peso. 

Em conversa com seu treinador de oratória, Peter Settelen, a princesa revelou a existência de sua doença e que o transtorno se iniciou pouco antes de seu noivado com Charles. A pressão de entrar para a família real e quem sabe futuramente se tornar rainha foi algo difícil de lidar.

Além disso, os comentários do Príncipe de Gales sobre o corpo da futura esposa também desencadearam um comportamento compulsivo na mulher: “Meu marido colocou a mão na minha cintura e disse: ‘Oh, você está um pouco gorda?’", contou Diana, “Estava desesperada”.

Após o nascimento de seu primeiro filho, William, a mídia reparou como Lady Di emagreceu rápido e os comentários começaram a surgir, fazendo com que a princesa se tornasse ainda mais insegura ao lidar com a questão de seu transtorno alimentar sob os holofotes da imprensa.  

3. Ciúmes

Durante seu casamento com Charles, Diana teve que enfrentar a amizade próxima do marido com Camilla Parker Bowles. Desde o início, a princesa se mostrou desconfortável com essa relação, que futuramente descobriu se tratar de um caso extraconjugal. 

Ao longo dos anos, a proximidade de Charles e Camilla incomodou fortemente a princesa, que passava por episódios de ciúmes constantemente. Certa vez, porém, Lady Di decidiu confrontar Parker Bowles, a fim de dar um basta na situação que enfrentava.

No ano de 1989, Diana decidiu acompanhar o marido até a festa de 40 anos da irmã de Camilla. Ela não havia sido convidada para o evento e Charles demonstrou estar incomodado com sua presença.

"Sei o que está acontecendo entre você e o Charles e quero você saiba disso", disse Diana para a amante do marido, conforme revelado no documentário Lady Di: Suas Últimas Palavras (2017).

Princesa Diana e Camilla durante uma corrida de cavalos / Crédito: Getty Images

 

4. Divórcio

"Bem, havia três de nós neste casamento, então foi um pouco lotado”, afirmou a princesa em uma polêmica entrevista para a BBC, no ano de 1995. Já era de conhecimento público que a união não ia bem e após as declarações de Diana, parecia que o casamento realmente não teria continuidade.

O que verdadeiramente aconteceu, pois Charles e Diana se separaram oficialmente e o divórcio foi finalizado em 28 de agosto de 1996. Tal fato se tornou um grande tormento para a monarquia britânica.

Porém, possibilitando certa liberdade para a princesa, que passou a se relacionar com Dodi al Fayed. Entretanto, o interesse ao redor da mulher aumentou e ela passou a ser cada vez mais perseguida por fotógrafos, o que acabou resultando em sua polêmica morte.

5. Morte

Em 31 de agosto de 1997, Diana morreu em um acidente de carro no túnel Pont de l'Alma, em Paris, enquanto seu motorista tentava fugir dos paparazzi que tomavam conta do local.

Contudo, há quem acredite que a morte foi encomendada, criando algumas teorias da conspiração ao redor do fim da vida da mulher, afirmando que seu falecimento na verdade tenha acontecido de maneira proposital.

As hipóteses envolvem desde xenofobia — em decorrência de sua relação com um egípcio — até que o ocorrido tenha acontecido a mando da família real junto com o serviço secreto inglês. Ou, que até mesmo tenha acontecido propositalmente pelos próprios fotógrafos em troca de cliques. Porém, nenhuma dessas teorias de assassinato foram confirmadas.


+Saiba mais sobre a família real britânica por meio de obras disponíveis na Amazon:

Diana. O Último Amor de Uma Princesa, de Kate Snell (2013) - https://amzn.to/2TgHgPO

The Queen: The Life and Times of Elizabeth II (Edição Inglês), de Catherine Ryan (2018) - https://amzn.to/2RhgNA7

God save the queen - O imaginário da realeza britânica na mídia, de Almeida Vieira e Silva Renato (2015) - https://amzn.to/2xTkiGd

O Amor Da Princesa Diana, de Anna Pasternack (2018) - https://amzn.to/2xOZ8c9

A história do século XX, de Martin Gilbert (2017) - https://amzn.to/2yFZMcv

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7