Matérias » Personagem

Alvo de boatos até na morte: Há 224 anos, morria Catarina, a Grande

A vida da famosa rainha russa que tornou o império em uma potência mundial sempre foi marcada por episódios turbulentos

Giovanna Gomes Publicado em 17/11/2020, às 09h46

Pintura oficial de Catarina, a Grande
Pintura oficial de Catarina, a Grande - Wikimedia Commons

O reinado de Catarina, a Grandeda Rússia foi tão importante que é constantemente tido como a Era de Ouro do império. Ela expandiu as fronteiras, defendeu as artes e reestruturou leis. Além disso, permitiu que seu território se tornasse uma potência na política global. Porém, apesar de sua grandiosidade, a história de Catarina é envolta de inúmeros escândalos e boatos, sobre os quais trataremos a seguir.

Nascida Frederica Sofia, a czarina era filha de um nobre prussiano em decadência e, por isso, não tinha muitas chances de ascender ao trono. A situação mudou quando a czarina Isabel a convidou para conhecer seu sobrinho, Pedro III, neto de Pedro, o Grande. A princesa tinha apenas 15 anos e, por não ser uma nobre de alta linhagem, Isabel achava que ela seria mais dócil, uma ótima escolha para o príncipe herdeiro.

Catarina, a Grande, e seu esposo, Pedro / Crédito: Wikimedia Commons

 

Foi nessa época que a princesa mudou seu nome para Yekaterina. Ela também teve de se converter à religião ortodoxa para se casar. No entanto, o casamento com Pedro III não representava uma união agradável, já que os dois se detestavam, tanto que a nobre decidiu disputar o trono sozinha.

Conforme explica Henri Troyat na biografia da imperatriz: "Catarina sabia que só seria aceita se parecesse russa. Passava noites aprendendo o novo idioma".

Golpe de Estado

No dia 5 de janeiro de 1762, Pedro III se tornou imperador. Neste momento, Catarina se viu ameaçada, uma vez que o marido iria deixá-la para se casar com outra mulher. Assim, junto ao amante Grigori Orlov, deu um golpe de Estado.

Ela prendeu o czar e declarou a si mesma como Catarina II, soberana de todos os russos, no dia 28 de junho daquele ano. Piorando a situação, em 17 de julho, Pedro III foi misteriosamente assassinado.

Ao longo de sua vida, Catarina teve amores, como era de costume na corte imperial russa. Com 23 anos, ela conheceu Sergei Saltikov. Com o tempo, Saltikov se cansou da imperatriz, contudo, muitos outros viriam após ele.

Czarina Catarina - Wikimedia Commons

 

O mais famoso deles e, provavelmente, um dos únicos que ela realmente amou e que acabou por influenciá-la em suas decisões, foi o tenente Gregório Potemkin. Ele era membro do regime de elite da Guarda de Cavalos quando a czarina o conheceu. Ela o encheu de títulos e honrarias durante a vida, estando entre estes, o de príncipe do Sacro Império Romano e o de príncipe do Império Russo.

Morte

No dia 16 de novembro de 1796, a rainha se levantou cedo para tomar seu café da manhã. Uma criada, vendo que a Catarina despertara, perguntou-lhe se havia dormido bem. "Já não durmo bem há muito tempo", respondeu a nobre. Estava certa.

Após as 9 horas da manhã, um criado estranhou o silêncio da imperatriz. Logo sentiu que algo estranho estava acontecendo. Ele a encontrou no banheiro tendo espasmos. O médico da corte foi chamado às pressas, mas chegou tarde demais, pois a rainha já havia entrado em coma.

Catarina, a Grande / Crédito: Wikimedia Commons

 

Às 21:45 da noite seguinte, 17 de novembro, Catarina faleceu. Ela tinha 67 anos de idade, dos quais 34 viveu como a imperatriz absoluta. A autópsia determinou que a morte foi causada por um acidente vascular cerebral.

Após sua morte, no entanto, muitos boatos foram espalhados sobre a imperatriz. Um deles dizia que ela havia morrido enquanto tinha relações sexuais com um cavalo, o que não passa de uma história inventada, pois não há nenhuma evidência de que realmente tenha ocorrido. O mais provável é que este e os demais boatos sejam de autoria de Paulo I, filho de Catarina, já que os dois tinham uma relação extremamente conturbada.


++Saiba mais sobre a vida de Catarina, a Grande através de grandes obras disponíveis na Amazon Brasil

Catarina, a grande: Retrato de uma mulher (2012)  - https://amzn.to/2BlhU9H

Catarina, a Grande, & Potemkin: Uma história de amor na corte Románov - https://amzn.to/2PaexKX

Catarina a Grande: A Biografia - https://amzn.to/2MpFWqa

Os Romanov (2016) - https://amzn.to/2OYaj8Y

Os Romanov: O fim da dinastia (2017)  - https://amzn.to/35Kwwxb

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7