Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Matérias / Brasil

Internautas ironizam postagem sobre "princesa" da Casa Imperial: "Faz festa infantil?"

Descendente de D. Pedro, Maria Gabriela foi alvo de internautas após uma publicação que celebrava seus 33 anos

Wallacy Ferrari Publicado em 09/06/2022, às 17h20

Publicação enaltece aniversário Dona Maria Gabriela - Divulgação / Twitter / Pró-Monarquia
Publicação enaltece aniversário Dona Maria Gabriela - Divulgação / Twitter / Pró-Monarquia

Na última quarta-feira, 8, uma publicação realizada no perfil Pró-Monarquia no Twitter chamou atenção dos usuários da rede social pela apresentação Maria Gabriela de Orleans e Bragança; com a tratativa de Sua Alteza Real, foi comemorado o aniversário de 33 anos de idade da "princesa" da Casa Imperial Brasileira.

Contudo, com a proclamação da República em 1889, os títulos reais deixaram de ser oficialmente reconhecidos pelo Estado, visto que a realeza não possuía mais poder sobre as decisões estatais.

Mesmo assim, os descendentes do último imperador do Brasil, Dom Pedro II, fazem questão de usar as antigas nomenclaturas da nobreza para se apresentarem publicamente.

Tal postura rendeu comentários mistos nas redes sociais, com parte deles ironizando a “princesa” por usar o nome sem nenhuma validade constitucional, a comparando com princesas de monarquias estrangeiras e, até mesmo, de personagens de desenhos animados.

Uma das respostas se destacaram por indagar se, com o "título monárquico", Maria trabalharia em uma festa infantil como animadora. O comentário angariou mais de 9 mil curtidas e mais de mil recompartilhamentos, rendendo um block para a autora do comentário por parte do perfil Pró-Monarquia.

Quem é Maria Gabriela?

Assim como seus antepassados, ela chama atenção pelo longo nome de batismo; Maria Gabriela Josefa Fernanda Yolanda Micaela Rafaela Gonzaga de Orleans e Bragança, considerada pela Casa Imperial como princesa do Brasil, seria a quinta na linha de sucessão ao Trono em caso de retorno do molde político.

Mesmo sendo representante da família imperial brasileira, ela reside em Bruxelas, na Bélgica, onde trabalha com publicidade. Antes, cresceu em Petrópolis, no Rio de Janeiro, local onde ainda é aplicada a polêmica "taxa do imperador" para moradores que residem em terrenos sob a antiga administração dos monarcas.

Ainda de acordo com o portal da Casa Imperial, ela dedica seu tempo livre a prática de golfe, tênis e, principalmente, ao canto, sendo destacada pelo raro fenômeno auditívo popularmente conhecido como "ouvido absoluto", capaz de identificar notas musicais com exatidão sem referência anterior. A jovem, inclusive, publica vídeos cantando no canal Pró-Monarquia.