Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Matérias / Curiosidades

Mais de 1300 anos: Nishiyama Onsen Keiunkan, o hotel mais antigo do mundo

Fundado no ano 705, o tradicional hotel Nishiyama Onsen Keiunkan, no Japão, não só é o mais antigo do mundo, como é administrado pela mesma família há 52 gerações

Éric Moreira, sob supervisão de Fabio Previdelli Publicado em 24/12/2023, às 10h00 - Atualizado em 28/12/2023, às 13h20

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Imagem do Nishiyama Onsen Keiunkan, o hotel mais antigo do mundo - Reprodução/Vídeo/YouTube/@TomScottGo
Imagem do Nishiyama Onsen Keiunkan, o hotel mais antigo do mundo - Reprodução/Vídeo/YouTube/@TomScottGo

No ano de 1500, os europeus descobriram o território onde hoje é o Brasil, ou seja, toda a nossa história registrada e estudada possui pouco mais de meio milênio. Menos de uma década antes disso, em 1492, o continente americano foi descoberto por Cristóvão Colombo.

Enquanto isso, no outro lado do mundo, os japoneses não somente já possuíam sua história registrada, como também já tinham construções avançadas, como aquele que hoje é considerado 'o hotel mais antigo do mundo'.

Com impressionantes 1318 anos, superando em muito a própria história da América pós-chegada dos europeus, e localizado nos arredores da cidade de Kyoto, o Nishiyama Onsen Keiunkan é reconhecido pelo Guinness não só como o hotel mais antigo do mundo, como também é, possivelmente, a empresa há mais tempo em funcionamento de todo o globo. Conheça sua história!

+ Manicômio mais antigo da Inglaterra é transformado em hotel de luxo

Nishiyama Onsen Keiunkan / Crédito: Reprodução/Instagram/@jp_ita_curiosity

Fundação e sucessão

Segundo o site da Japan House São Paulo, o Nishiyama Onsen Keiunkan foi fundado no ano 705, quando o Japão vivia a transição do Período Asuka (592 - 710) para o Período Nara (710 - 794), quando o budismo obtinha cada vez mais força no arquipélago. Seu fundador foi Fujiwara Mahito, filho de um ajudante do imperador.

Construído na confluência dos rios Haya e Yu, na região montanhosa de Akaishi, o hotel é um exemplo do respeito às tradições familiares muito forte na cultura japonesa. Isso porque, outro fato impressionante, ele é mantido e administrado pela mesma família há 52 gerações.

Fotografia dos jardins do Nishiyama Onsen Keiunkan, com o hotel ao fundo / Crédito: Foto por 663highland pelo Wikimedia Commons

Regalias e tradições

Conforme descrito pelo site da Hypeness, o Nishiyama Onsen Keiunkan — ou também conhecido somente como The Keiunkan — oferece uma série de experiências únicas para quem gostaria de apreciar os prazeres das mais clássicas tradições japonesas: com 37 quartos e água quente vindo diretamente das fontes termais naturais de Hakuho, ele fica próximo ao sagrado e monumental Monte Fuji, de forma que a natureza em seu entorno também chama atenção por sua vista incomparável.

Além do mais, se tratando de um local histórico e que pode, acima de tudo, oferecer um belo refúgio de retorno ao passado, o hotel possibilita outro descanso especial: a ausência de internet. O que talvez nem mesmo seja um problema tão grande, em razão das excelentes refeições, banhos termais naturais (conhecidos como onsen), karaokês e a insuperável imersão na natureza.

+ Taj Mahal Palace: Alvo de um atentado terrorista, hotel virou campo de guerra

Banho termal no Nishiyama Onsen Keiunkan / Crédito: Reprodução/Vídeo/YouTube/@TomScottGo

Vale lembrar que os banhos termais são bastante tradicionais no Japão, o que se deve especialmente ao fato de as águas quentes e ricas em nutrientes minerais possuírem propriedades terapêuticas, e as fontes termais serem abundantes no arquipélago devido a intensa atividade vulcânica que ali ocorre, que esquenta as águas subterrâneas.

Longa história

Claro que para que o hotel ainda esteja em pé até hoje, ele precisou passar por manutenções e reforços ao longo do tempo. Por isso, impressionantemente, só em 1997 o já milenar hotel teve suas instalações renovadas.

Ainda assim, a arquitetura e o charme de suas construções e jardins são mantidos ainda hoje desde séculos atrás, em uma experiência única para aqueles que desejam apreciar as antigas e típicas tradições japonesas. Por fim, vale mencionar também que o preço a se pagar por um quarto que pode receber de 2 a 7 hóspedes gira em torno dos 52.000 ienes, o que é pouco menos de R$ 1.800 na cotação atual.

Área interna no Nishiyama Onsen Keiunkan / Crédito: Foto por Asturio Cantabrio pelo Wikimedia Commons